Botafogo luta contra histórico ruim diante do Paraná pela Copa do Brasil

0
66

O Botafogo não tem tempo de lamentar a derrota por 3 a 0 para o Flamengo, no último sábado, pela segunda rodada da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Na próxima terça-feira, às 19h15, no Estádio Nilton Santos, o Alvinegro receberá o Paraná em jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Na competição de mata-mata, o Glorioso é freguês do adversário, que atualmente está na Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro. 

As duas equipes cruzaram três vezes na Copa do Brasil, e o Botafogo só conseguiu superar o time paranista em 2011, quando venceu por 2 a 1 no Durival Britto, em Curitiba, e por 3 a 0 no Nilton Santos.

Nesses duelos, válidos pela segunda fase do torneio, o zagueiro Antônio Carlos e o atacante William fizeram os gols do Botafogo na primeira partida, na qual o zagueiro Rodrigo Defendi marcou pelo Paraná. Já no duelo disputado no Niltão, o centroavante Loco Abreu fez dois gols, e o atacante Caio fechou a conta.

Dodô carrasco

O primeiro encontro entre Botafogo e Paraná na Copa do Brasil ocorreu em 1996, nas oitavas de final. Tanto nos duelos disputados no Caio Martins, em Niterói (RJ), e no Durival Britto, houve empate em 0 a 0. Em Curitiba, os donos da casa avançaram ao vencerem por 4 a 2 nos pênaltis.

Na ocasião, o Paraná acertou todas as cobranças a que deve direito, executadas pelo atacantes Saulo e Dodô, pelo meia João Santos e pelo lateral-direito Gil Baiano. Pelo Botafogo, apenas o atacante Hugo e o meia Julinho acertaram. O goleiro Régis defendeu as cobranças do volante Jamir e do atacante Bentinho. Um dos que acertaram pelo Paraná, Dodô é o mesmo que atuou de 2001 a 2002 e de 2006 a 2007 pelo Glorioso, onde virou o Artilheiro dos Gols Bonitos.

Outra eliminação alvinegra pelo Paraná ocorreu em 2002, também nas oitavas de final, com Dodô atuando pelo Botafogo. O estrago foi feito no Maracanã, logo na partida ida, pela qual os paranistas venceram por 3 a 1. O meia Marquinhos fez dois gols e atacante Alexandre Oliveira fez um, para os visitantes, enquanto o meia Almir descontou.

Na volta, no Durival Britto, o Botafogo abriu o placar com o meia Júnior, mas levou gol do atacante Adriano Chuva. O empate em 1 a 1 deu a classificação às quartas de final para os anfitriões. 

Vale grana

Além de ser um caminho mais rápido para a Copa Libertadores, a Copa do Brasil vale uma boa grana. Caso se classifique para a quarta fase, a última antes das oitavas de final, o Glorioso embolsará mais R$ 2 milhões. Até então, pela participação em três fases do torneio, o clube já faturou R$ 3,9 milhões.

— Precisamos fazer o melhor placar possível, para termos tranquilidade no jogo de volta, na casa deles — disse o atacante Luis Henrique, sobre a partida contra o Paraná, na terça-feira.

A partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil, no Durival Britto, está marcada para o dia 18, quarta-feira da semana que vem, também às 19h15.

Fonte: Lance

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui