Pedro Raul aprimora parte física e se recupera de desgaste dos últimos jogos do Botafogo

0
57

Pedro Raul, um dos destaques do Botafogo em 2020, apresentou problemas musculares nesse início de temporada, mas não preocupa o departamento médico do clube. O centroavante ficou fora do jogo contra o Bangu, no dia 15 de março, apenas por precaução.

A comissão técnica optou por poupar Pedro Raul visando a partida contra o Paraná, pela Copa do Brasil, que acabou adiada por conta da pandemia do novo coronavírus.

Dos sete jogos que tem na temporada, Pedro Raul jogou os 90 minutos em seis deles. Contra o Náutico, pela Copa do Brasil, jogou apenas o segundo tempo também devido a desgaste muscular.

O atacante não tem lesão e tem seguido normalmente a planilha de treinos do departamento de preparação física em casa e tem o acompanhamento também do setor de fisiologia. Segundo o médico Christiano Cinelli, o desgaste nas coxas é fruto do excesso de jogos disputados por Pedro Raul, que tem 585 minutos jogados na temporada.

“Ele estava bem fatigado. Início de temporada é complicado”.

Assim que os treinos retornarem, a preocupação será apenas quanto à parte física do jogador, já que clinicamente ele está rico. Em suas redes sociais, Pedro Raul tem postado vídeos com os treinos em casa e também comentou a situação complicada que o mundo atravessa devido ao Covid-19.

As situações de Carli e Marcelo Benevenuto são parecidas. Com lesões consideradas leves, os zagueiros, já sem dores, têm acompanhamento dos profissionais do Botafogo e seguem a programação de treinos para manter a forma física em dia. Marcinho, que passou por cirurgia em janeiro, é considerado o único jogador no departamento médico.

Os departamentos médico e de preparação física esperam uma perda em relação ao preparo dos jogadores após esse período de quarentena, que deve ir além dos 15 dias previstos no início da última semana. Cada atleta responde de uma forma, mas é certo que será preciso um trabalho específico no retorno às atividades. A preocupação é maior com a integridade física do que com a performance em si. Fala-se, inclusive, na necessidade de uma “nova pré-temporada”.

Fonte: GE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui