Pedro Raul e Bruno Nazário vivem expectativa de retomar parceria de sucesso no Botafogo

0
330

A pandemia do coronavírus interrompeu o que vinha sendo considerada uma parceria de sucesso no Botafogo. O meia Bruno Nazário e o atacante Pedro Raul se mostraram contratações certeiras do clube no início da temporada. Os dois mostraram entrosamento e faro de artilheiro em campo e foram responsáveis por sete dos 12 gols marcados pela equipe em 2020, antes da pausa do futebol. Em uma live na BotafogoTV, na última terça-feira, a dupla não escondeu a ansiedade de voltar aos gramados. 

Durante coletiva de imprensa virtual, Nazário foi surpreendido pela “invasão” do companheiro. Pedro Raul botou o amigo na parede ao cobrar assistências que resultassem em bolas na rede. 

– Caramba, rapaz, Até você aqui? Esse moleque joga muito… Não vou prometer, mas umas seis, sete, pode colocar na conta aí, Pedro Raul. Quero uma assistência também! O Pedro Raul é um grande amigo, concentro sempre com ele, saudades da resenha, de ele ficar bravo, reclamando que estou jogando muito Free Fire (risos). Mas é um grande amigo, uma grande pessoa, um baita jogador que vai nos ajudar muito – disse Nazário.

Camisa 10 e principal armador da equipe, Nazário vinha sendo um dos destaques do Botafogo até a parada das competições por conta do coronavírus. Com quatro gols, era o artilheiro do Alvinegro. Fez gols importantes como o da vitória diante do Boavista e contra o Náutico, na dramática classificação na Copa do Brasil. No retorno, terá como concorrente na tarefa de servir os atacantes o astro internacional Keisuke Honda.

Já Pedro Raul tinha lugar garantido quando estava em condições de jogo. Foi o autor de três gols em sete jogos pela equipe em 2020, nenhum com assistência de Bruno Nazário. O centroavante caiu nas graças da torcida alvinegra, que há tempos demandava um camisa 9. A parada forçada pode ter sido benéfica para o atleta de 23 anos. Antes da pausa, ele sofreu com problemas físicos, ficou de fora de algumas partidas importantes e chegou a jogar no sacrifício em alguns momentos. 

Com Pedro Raul em plena forma e Bruno Nazário confiante, os dois jogadores terão a chance de converter a saudade da bola em assistências e gols para o Glorioso, no período pós-paralisação. 

Fonte: Lance


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui