Ex-jogador do Botafogo lamenta forma em que deixou o clube: “Poderia ter saído com respeito”

1
110

Atualmente defendendo o Ponte Preta, clube que o revelou, o jogador Roger já passou por diversos clubes dentro e fora do Brasil.

Entre eles está o Botafogo, clube no qual o jogador teve uma boa passagem. Porém, apesar da boa fase no clube carioca, o atleta deixou a equipe disparando contra membros da diretoria.

Em entrevista ao jornalista Jorge Nicola, Roger lamentou a forma na qual saiu do clube.

“O Botafogo foi o clube grande em que consegui me firmar. Não tenho vergonha de falar isso, me esforcei em todos os outros, mas foi no Botafogo que joguei, fui peça importante, o time era muito legal. Foi o último time que eu amava estar com aqueles caras. Com Bruno Silva, João Paulo, Carli, Rodrigo Lindoso, Victor Luis, Luis Ricardo, Marcinho, Igor Rabello, Camilo, Pimpão, Guilherme(…) O time era uma máquina.”

O centroavante completou, afirmando que se arrepende da forma que saiu do clube alvinegro carioca e que mudaria algumas atitudes se pudesse.

“A Ponte é o time que mais atuei, mas no Botafogo me arrependo da forma que saí. Poderia ter deixado o lado pessoal, as palavras que foram ditas por um ou dois diretores, eu generalizei. Poderia ter saído com respeito. O torcedor tratava minha filha com muito carinho. Poucas vezes me arrependo, mas no Botafogo sim. Fui para um contrato muito melhor para o Internacional, quase duas vezes mais, fui ganhar dinheiro. Futebol é isso. Mas fui feliz no Botafogo, com Jair Ventura como comandante”, encerrou.

Fonte: SB

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui