Ramon Diaz só verá o time no domingo

0
53

O Botafogo é mais um time a apostar em um técnico estrangeiro para a sequência do Campeonato Brasileiro. No fim da noite desta quinta-feira, o clube anunciou a contratação do argentino Ramon Díaz, nome escolhido pela diretoria para substituir Bruno Lazaroni, demitido recentemente. 

Ramon Díaz é esperado para chegar ao Rio no próximo sábado. Ele estava sem clube desde setembro, quando deixou o comando do Libertad, do Paraguai. Agora, aos 61 anos, vivenciará a sua primeira experiência no futebol brasileiro. 

OUTROS NOMES
O argentino não era o primeiro nome na mira do Botafogo. Antes, o clube havia buscado a contratação do venezuelano César Farías, mas desistiu diante da recusa da seleção da Bolívia para liberar o treinador. Os nomes de Alexandre Gallo e Ramon Menezes também chegaram a ser especulados.

Díaz será o quarto técnico do Botafogo em 2020. O clube iniciou a temporada sob o comando de Alberto Valentim, demitido em março e substituído por Paulo Autuori, que caiu em setembro. 

Na sequência, então, foi a vez de Bruno Lazaroni, que permaneceu por apenas um mês no cargo. 

NOME HISTÓRICO
O novo técnico do Botafogo é um nome histórico, como jogador, do River Plate e também da seleção argentina, tendo participado da Copa do Mundo de 1982. Ele também dirigiu diversos clubes no seu país, como o próprio River, sendo campeão da Copa Libertadores de 1996, o San Lorenzo e o Independiente. 

Ainda possui vasto currículo internacional, tendo trabalhado à frente da seleção do Paraguai.

SÓ VAI VER O JOGO
Como só vai chegar ao Rio no sábado e precisará ter o seu contrato regularizado, Díaz não deve comandar o Botafogo no dia seguinte, na partida diante do Bahia, em Salvador, pelo Campeonato Brasileiro. E vai tentar ajudar o time a evitar o rebaixamento – está na 14ª colocação. 

OUTRA CONTRATAÇÃO 
Também nesta quinta, o Botafogo anunciou a contratação do meia Cesinha, ex-Internacional, tendo sido um dos destaques da equipe na última Copa São Paulo. Ele foi emprestado até o fim de 2021 pelo gaúcho Três Rios.

BUSCA POR CONTRATAÇÕES


Ramón Díaz é um treinador que pede jogadores no período de transferências, afirma Lucho. Na primeira janela como treinador do River Plate, trouxe sete jogadores, entre eles o goleiro Marcelo Barovero, fundamental para a conquista do título em 2014, além de pedir o retorno de três jogadores que estavam emprestados – Manuel Lanzini, ex-Fluminense, foi um deles.

– Ramón Díaz quando assume o River, depois que volta à Primeira Divisão, manejou tudo muito bem. É um treinador que sempre pede reforços. Em cada mercado de transferências ele pretende por novos jogadores, algumas vezes até em grandes quantidades – afirmou o jornalista.

O Botafogo tinha jogadores na mira quando Bruno Lazaroni estava no comando. Com a saída do treinador, contudo, tudo que envolvia possíveis contrações foram congelados sem a presença de um comandante. A partir da chegada de Ramón Díaz, é possível que o Alvinegro retome tal questão.

– A janela de transferências está aberta no Brasil e acredito que Ramón Díaz vai pedir alguns jogadores para o Botafogo. Cada vez que comandou alguma equipe na América do Sul pediu reforços. Não é muito de usar jogadores vindos da base – completou.

‘DON RAMÓN’ E MARCELO GALLARDO


O River Plate, nove anos depois do rebaixamento, vive a era mais vitoriosa de sua história. Com Marcelo Gallardo, a equipe argentina conquistou praticamente tudo que era possível. O único treinador a comandar os Millonarios antes de ‘Muñeco’ foi Ramón Díaz. 

– Creio que não existem muitas semelhanças no trabalho dos dois, para ser sincero. Gallardo é um treinador mais pragmático, se adaptou às circunstâncias e eu acho que não recebeu muita referência de Ramón Díaz. É muito difícil de saber, na verdade – analisou Lucho.

Mesmo assim, Ramón faz parte de um período marcante para a história do River Plate. Tendo relação ou não com Marcelo Gallardo, o período vitorioso, indiretamente, começa com o Torneo Final de 2014. Díaz tira os Millonarios da pressão da queda e entrega em uma escadaria de títulos.

– Não é que Ramón Díaz salvou o River Plate, mas ele deu a primeira alegria aos torcedores depois do pior momento da história do clube. O Torneo Inicial em 2014 trouxe alegria e pode dizer que foi o começo da ascensão que o River vive hoje, com o Marcelo Gallardo, ganhando tudo – completou.

Fonte: Futebol Interior

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui