0
143
barroca

Sem dinheiro e sem perspectivas de melhoras para os próximos anos, a diretoria do Botafogo já deu sinais claros de que a vida do torcedor alvinegro continuará sendo sofrida. Depois de demorar uma eternidade para demitir o técnico Eduardo Barroca, que teve desempenho pífio à frente da equipe que caiu de maneira vergonhosa para a Série B do Campeonato Brasileiro, agora a cartolagem monitora “reforços” de qualidade bem duvidosa para a temporada.

O primeiro deles é o atacante Wellington Paulista, de 37 anos, atualmente no Fortaleza, que briga com VascoGoiásBahia e Sport contra o rebaixamento. O jogador defendeu o Botafogo no Campeonato Carioca de 2008, quando foi vice-campeão. Pelo Leão do Pici, o centroavante fez 15 gols em 52 partidas nessa temporada.

As outras duas opções avaliadas são do também já rebaixado Coritiba: o atacante Robson, que marcou 12 gols em 2020, sendo oito deles na Série A, e o lateral-direito Jonathan. O mais interessante é que todos esses nomes, assim como o do volante Matheus Frizzo, foram indicações de Barroca.

O único atleta que não teve o dedo do antigo treinador foi o atacante Ronald, ex-Botafogo-SP. No fim da tarde de ontem, o lateral-direito Gedeilson, que subiu com o Londrina da Série C para a B, foi oferecido.

Outro problema que tem deixado a galera preocupada é a demora para a contratação de um novo treinador, uma vez que a temporada de 2021 começa pouco tempo após o fim do Brasileirão.

Fonte: Meia Hora

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui