Adversários hoje, Botafogo e Bahia são parceiros em diversas campanhas fora das quatro linhas

Clubes usam suas redes para combater assédio e apoiar causas sociais

0
38

O Nilton Santos recebe nesta quarta-feira, às 21h30, o confronto entre Botafogo e Bahia, dois clubes que vem trabalhando para combater as raízes preconceituosas do futebol. Atualmente na zona de rebaixamento, ambos estão no topo quando se trata de apoiar causas sociais.

O Bahia tem sido protagonista no combate ao assédio, racismo e LGBTfobia, com ações estruturadas que vão além do posicionamento nas redes sociais. A gestão atual do clube tenta democratizar cada vez mais o acesso ao futebol.

— A gente sente aproximação do clube agora por causa dos últimos acontecimentos, mas o que importa de fato é que essas ações comecem a ser concretizadas — diz Mayra Baptista, de 28 anos.

Mayra cita medidas efetivas aplicadas pelo Bahia, como a utilização de tecnologia para detectar assédio na Arena Fonte Nova e a criação de aplicativo que possibilita que mulheres denunciem em tempo real episódios de abuso durante jogos do time no estádio.

O Botafogo apoia e compartilha o trabalho produzido pelo movimento nas redes sociais, e através da assessoria de imprensa, disse que “jamais vai admitir qualquer tipo de assédio e exige respeito às mulheres. O Botafogo tem realizado campanhas e apoiado ações de motivação própria da torcida. É um assunto sério e prioritário”.

Neste ano o clube se destacou entre os cariocas no apoio ao movimento antirracismo “Black Lives Matter”, homenageando ídolos negros que fizeram história em General Severiano. No final de junho, os jogadores alvinegros foram à campo vestindo camisas com a frase “Vidas Negras Importam” e fizeram protesto pelo retorno do campeonato carioca em meio à pandemia de coronavírus.

Fonte: O Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui