ALCEU MENDES DE OLIVEIRA CASTRO

1
126
Alceu Mendes
Dr. Alceu Mendes de Oliveira Castro

Ele foi um dos maiores dirigentes do Botafogo em todos os tempos, mesmo sem ter ocupado a Presidência do Clube.

Foi o primeiro historiador do Glorioso, sendo autor do livro “O Futebol no BOTAFOGO de 1904 a 1950”.

ALCEU MENDES
O livro “O Futebol no Botafogo de 1904 a 1950.

Essa obra monumental é fruto de um trabalho extraordinário de coleta de dados e de pesquisa sobre o Botafogo em jornais e revistas ao qual o Dr. Alceu, como era conhecido, se dedicou, desde muito jovem dedicou-se com extraordinária paixão.

Publicada em 1951, a referida obra, apesar de ter o futebol em seu título, narra a vida do Botafogo Football Club com os vários aspectos de sua gloriosa história, desde a fundação, o fazendo também a partir da fusão com o Club de Regatas Botafogo em 8 de dezembro de 1942, quando surgiu o Botafogo de Futebol e Regatas.

Os primeiros anos do “Football Club” e o período dificílimo de 1911/1912, quando muitas vezes não houve registros documentais, chegaram até o nosso conhecimento pela pesquisa incansável e as entrevistas realizadas com os personagens daqueles períodos, pelo Dr.Alceu Mendes de Oliveira Castro.

Nascido em 13 de agosto de 1906 na cidade do Rio de Janeiro, o Dr.Alceu foi Sócio Infantil do Botafogo Football Club em 1915, Contribuinte em 1922, Proprietário em 1929, e já pelo Botafogo de Futebol e Regatas, Benemérito em 1949 e Grande Benemérito em 1956.

Nos períodos 1929-30 e 1933-35, na Administração Paulo Azeredo, foi 1º Secretário, integrando a Diretoria do Clube.

Diretor do Departamento de Comunicações (hoje Vice-Presidência Administrativa), de 1948 a 1962, nas Administrações Carlos Martins da Rocha, Ibsen De Rossi e novamente Paulo Azeredo, quando ainda na plenitude de seus relevantes serviços prestados ao clube de sua paixão, veio a falecer em 5 de outubro de 1962.

Desde 1948 era o responsável pela publicação do Boletim do Botafogo, que estava vinculado ao Departamento de Propaganda, mas recebia a sua dedicada orientação.

Dr.Alceu era o “Homem Clube”, pois, em razão de sua fantástica memória, era a quem todos recorriam para lembrar fatos e nomes da história do Botafogo.

Levava a sério a tradição do Clube e as datas comemorativas eram religiosamente seguidas sob seu comando.

Sua simpatia paternal pelo Voleibol feminino era conhecida, inclusive pela presença de sua filha Lucia entre nossas atletas, fazendo questão absoluta do comparecimento desse esporte aos tradicionais e anuais Jogos de Cambuquira (MG), quando organizava, acompanhava e chefiava a delegação.

ALCEU MENDES
O Dr. Alceu cercado pelas componentes do quadro campeão de voleibol da 4a.Olimpíada Botafoguense.

A Olimpíada Botafoguense foi criação sua. Cuidava de todos os detalhes com muito carinho, principalmente a indicação dos atletas que seriam homenageados com o prêmio “Honra à Fidelidade”. Acompanhava a confecção das medalhas, que ele mesmo fazia questão de separar para por em ordem de entrega.

ALCEU MENDES
Dr.Alceu criou a Olimpíada Botafoguense em 1957

As Assembleias e Sessões do Conselho Deliberativo integravam suas preocupações, incumbindo-se de tudo: convocação, arrumação, secretaria e confecção das atas.

ALCEU MENDES
O Dr.Alceu, o primeiro à esquerda, secretariando a sessão do Conselho Deliberativo de 27 de dezembro de 1961

Nas sessões de Diretoria a leitura da ata era uma tradição. Havia um certo respeito, pois o Alceu ao lê-las não admitia conversa, nem desvio de atenção. Era um crente. Amava o BOTAFOGO com paixão, mas era um equilibrado em suas atitudes, quando estava em jogo os interesses do Clube. Orgulhava-se de conhecer a história do Clube mais do que ninguém e, sobretudo, de ser o guarda de um tesouro que colecionára e protegera durante longos anos: os arquivos históricos de todos os antigos atletas, fotografias, documentos, etc.” (Adolpho Shermann – Boletim do Botafogo – Novembro de 1962).

Muito mais ainda poderia ser escrito sobre a figura marcante desse botafoguense de primeira linha, com certeza um dos maiores que passaram pelo Glorioso da Estrela Solitária.

E para prestar uma homenagem ao nosso primeiro e maior historiador, sugeri ao Presidente Carlos Eduardo da Cunha Pereira, quando concluí a revitalização do nosso Centro de Memória em dezembro de 2016, que este passasse a se chamar “Centro de Memória do Botafogo Alceu Mendes de Oliveira Castro”. E assim foi feito. 

Que a trajetória do Dr.Alceu Mendes de Oliveira Castro inspire os dirigentes responsáveis por conduzir o nosso Glorioso Botafogo, sob a luz intensa da Estrela Solitária que nos conduz.

Por: Luiz Felipe Carneiro de Miranda

Grande Benemérito, Historiador e Curador do Centro de Memória do Botafogo de Futebol e Regatas.                        

1 COMENTÁRIO

  1. Fantástica a vida botafoguense do Dr. Alceu. Brilhante a matéria de seu “herdeiro” em história do Glorioso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui