Análise: ataque novo anima o Botafogo, mas falhas decretam 11º empate no Brasileirão

0
53

O jogo contra o Ceará foi mais um daqueles que o Botafogo chegou a dominar, chegou perto de fazer o suficiente para vencer, mas o resultado foi frustrante. Em mais um empate, no Nilton Santos, o clube isolou a chance de vencer, esfriar os ânimos e se afastar um pouco mais da zona de rebaixamento. 

Com Flávio Tenius no comando, o Bota apresentou uma formação mais ofensiva na 19ª rodada. Caio Alexandre jogou de primeiro volante, Bruno Nazário e Honda fizeram a dupla de meias e o ataque foi cheio de novidades: Lecaros, Warley e Matheus Babi. 

Por mais que alguns nomes despertassem desconfiança, o início foi animador. O time da casa jogou melhor, criou mais chances e poderia ter saído do primeiro tempo com três ou quatro gols na conta. Honda fez o primeiro e Matheus Babi fez o segundo, mas Victor Luis jogou para longe, de pênalti, a chance de colocar um 3 a 1 no placar. 

Honda em ação contra o Ceará — Foto: André Durão

Honda em ação contra o Ceará — Foto: André Durão

Honda, Matheus Babi e Lecaros tiveram destaque. Victor Luis, Kevin e Marcelo Benevenuto deixaram a desejar.

Erros decisivos

O time até deu algumas respostas positivas, mas ficaram marcadas as falhas que custaram a vitória. O Ceará não criou muitas jogadas perigosas, só que as duas que terminaram nos gols saíram de erros da defesa botafoguense. 

No primeiro, de Cléber, Kevin deu muito espaço pela direita e deixou o atacante avançar, ajeitar e mandar uma bomba indefensável. No segundo, a falha foi pela esquerda, com o bote errado de Victor Luis que, na sequência da jogada, deixou Leandro Carvalho cara a cara com Cavalieri. 

Time deixou a vitória escapar no segundo tempo — Foto: André Durão

Time deixou a vitória escapar no segundo tempo — Foto: André Durão 

Isso depois de o lateral-esquerdo ter jogado para longe a chance do pênalti que daria ao time vantagem confortável no placar. O que, junto de outros erros, fez do defensor o pior em campo no tropeço, como ele mesmo admitiu

Honda e Babi se destacam

Antes da noite alvinegra desandar, o time correspondeu a ponto de quase resolver a partida no primeiro tempo. Muito pelo comando de Honda no meio de campo e pelas surpresas no setor de ataque. Lecaros, Warley e Matheus Babi corresponderam e deram mais dinâmica e velocidade. 

O japonês abriu o placar, começou a jogada do segundo gol e foi, como de costume, a segurança do time na hora de manter a posse de bola e escolher as jogadas. O desempenho não se manteve no segundo tempo, mas poderia ter garantido a vitória no primeiro. 

Na frente, Lecaros e Warley foram boas opções de velocidade. E ajudaram Babi, o melhor do jogo, a se destacar. O camisa 11 aproveitou bem a chance no lugar de Pedro Raul e leva vantagem na briga para se manter no time titular.

Fonte: ge

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui