Aos poucos, Botafogo de Paulo Autuori constrói seu padrão para a temporada

0
303
Voleio de Pedro Raúl no último domingo. Foto : Vitor Silva/Botafogo

O ceticismo lapidado em torno do Botafogo de 2020 era compreensível. Nos últimos anos, o alvinegro não conseguiu apresentar um bom futebol e colecionou amarguras. Todavia, nessa temporada, com um elenco renovado e a mescla entre experiência e juventude, o glorioso vem evoluindo e mostrando seu rosto para a temporada.

É cedo para afirmar que o Botafogo atingirá um padrão tático eficaz e seguro. Entretanto, paulatinamente, o técnico Paulo Autuori vem demonstrando estar conseguindo lidar com o elenco que possui. Nas últimas duas partidas pelo Campeonato Brasileiro, contra Atlético Mineiro e Flamengo, o alvinegro não se intimidou contra os favoritos para a ponta da tabela, e exerceu um futebol engenhoso, explorando principalmente os contra-ataques.

Invicto no Brasileirão após quatro rodadas, o Botafogo não é o time que encanta. Contudo, as variações táticas que o Autuori experimenta vem colhendo frutos. O esquema com três zagueiros, se defendendo no 5-4-1, confirmou a solidez defensiva do glorioso e a capacidade do treinador de entender o que a partida lhe apresenta.

O processo é moroso, mas percebe-se, cada vez mais, que o Botafogo cresce mutualmente no quesito individual e coletivo. O polivalente Guilherme Santos é o rosto desse progresso. Com um início de ano pouco valorizado por seguintes más atuações, o atleta se encontrou taticamente e caiu nas graças da torcida pela sua entrega em campo. A principal brecha do Botafogo de 2020 ainda continua na falta de soluções ofensivas e criatividade no meio, questões também em crescimento moroso.

Assim, o alvinegro vai construindo seu padrão para a temporada e a evolução da equipe merece benemerência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui