Após treino, Ricardinho dá conselhos para jogadores do sub-17 do Botafogo: ‘Procure buscar livros para ler’

0
142

Na manhã da última terça-feira, o Botafogo realizou um jogo treino entre os profissionais e o time sub-17. Após a partida, Ricardinho conversou e deu conselhos para os jovens da base do alvinegro. O experiente camisa 8 da equipe profissional destacou a importância da leitura e de uma boa alimentação para o futuro dos jogadores.

– Não deixar de estudar, não deixar de buscar algo que vai te alimentar. “Pô, eu estou com 17 anos, já completei a escola? Não”. Eu vou começar a estudar, vou começar a procurar a ler sobre mais alguma coisa. Não sei qual a religião de vocês, mas procure buscar livros para ler, porque em casa ao invés de ficar uma hora, duas horas no Instagram, eu vou ler um livro aqui, isso aqui pode me ajudar mais para frente.

Ricardinho pediu aos jovens para não se questionarem ou se colocarem em dúvida quando uma adversidade surgir. De acordo com o meio-campista, esses é preciso tirar desses momentos uma injeção de ânimo. O camisa 8 também destacou que um atleta dorme cedo e se alimenta bem, porque sabe da importância dessa rotina saudável para o próprio corpo.


– Não se questione ou não coloque em dúvida quando vier algo contrário, algo negativo na vida de vocês tire isso como positividade, tire isso como uma injeção de ânimo. Através da lesão, através de ficar de fora, “eu vou voltar e valorizar cada dia do meu treinamento. Vou buscar evoluir, vou buscar crescer, respeitando meu companheiro, mas o propósito pelo qual estou aqui é para me tornar um atleta profissional de futebol”.


– É diferente de um jogador. Jogador chega aqui, vai treinar e depois vai para casa. O atleta vai estudar, vai dormir cedo, vai se alimentar, vai suplementar. Ele entende que isso faz bem ao corpo dele. Se eu quero melhorar 5% que seja ou 10% que seja através de uma suplementação, através de uma alimentação, através de um descanso, eu vou estar buscando melhorar 10% todos os dias. Isso vai fazer uma diferença enorme para vocês. Eu acabei reconhecendo isso com 32 anos de idade. Antes eu achava que só a minha qualidade e minha força faziam a diferença.

Fonte: Lance!

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui