Com VAR, pênaltis e emoção no fim, Athletico-PR e Botafogo empatam e seguem sequência sem vitórias

0
411
Athletico-PR e Botafogo empatam

Athletico-PR e Botafogo empatam em Jogo conta com duas penalidades máximas marcadas na etapa final, bola no travessão e chances de perigo para os dois lados no fim do jogo

O que tivemos na Arena da Baixada

Um empate em 1 a 1 com emoção no fim para compensar um sonolento primeiro tempo – único lance interessante foi o gol do Botafogo corretamente anulado pelo VAR. Foi assim que Athletico-PR e Botafogo jogaram na tarde/noite desta quarta-feira. Enquanto a etapa inicial evidenciou o motivo de os dois times estarem há tempos sem vencer e na parte de baixo da tabela, o segundo tempo (principalmente o fim dele) foi de emoção até os acréscimos com direito a pênalti perdido e bola no travessão. No fim das contas, um placar justo para as duas equipes.

Jogo foi bastante brigado, principalmente no primeiro tempo (Foto: REUTERS/Rodolfo Buhrer)
Jogo foi bastante brigado, principalmente no primeiro tempo (Foto: REUTERS/Rodolfo Buhrer)

Primeiro tempo

A etapa inicial não foi bonita de se ver. Athletico-PR e Botafogo tiveram dificuldades em manter a posse de bola e pouco criaram ao longo da primeira etapa. O empate em 0 a 0 nos primeiros 45 minutos foi justo mesmo com o gol bem anulado do Botafogo pelo árbitro de vídeo, isso porque os donos da casa tiveram algumas oportunidades a mais do que os cariocas.

Athletico x Botafogo (Foto: REUTERS/Rodolfo Buhrer)
Athletico x Botafogo (Foto: REUTERS/Rodolfo Buhrer)

Segundo tempo

É disso que o povo gosta! O segundo tempo teve muito mais emoção do que o primeiro. As mexidas dos dois times deram certo e o Botafogo começou a querer mais o jogo por volta dos 20 minutos. Pouco depois, Rhuan (uma das alterações de Autuori que deu certo) sofreu pênalti, que foi convertido por Victor Luis. Com isso, o jogo ficou mais aberto e o Athletico passou a atacar mais. Tanto passou a atacar mais que empatou com Ravanelli após assistência de Geuvânio. O Athletico ainda contou com um pênalti desperdiçado por Nikão e uma bola no travessão do próprio Geuvânio. Definitivamente, foi com emoção.

Kalou saiu no segundo tempo para dar lugar a Rhuan (Foto: Vitor Silva/Botafogo)
Kalou saiu no segundo tempo para dar lugar a Rhuan (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Tivemos VAR hoje?

Sim!

O árbitro de vídeo apareceu duas vezes nesta quarta-feira na Arena da Baixada. A primeira foi quando Kevin lançou Caio Alexandre na linha de fundo e o volante cruzou para Bruno Nazário marcar, ainda no primeiro tempo. O juiz foi alertado que o camisa 19 do Botafogo estava em posição irregular e, corretamente, marcou o impedimento.

Bruno Nazário comemora o gol bem anulado pelo árbitro de vídeo alguns minutos depois (Foto: Vitor Silva/Botafogo)
Bruno Nazário comemora o gol bem anulado pelo árbitro de vídeo alguns minutos depois (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

A segunda vez foi para confirmar o pênalti para o Athletico-PR, cometido por Rafael Forster. A marcação inicial do árbitro havia sido a de penalidade máxima, mas ele foi chamado para rever o lance. Jogada revisada, pênalti confirmado, e Nikão isola a cobrança.

Agenda

O Botafogo recebe o Vasco, domingo, às 20h30 no Nilton Santos. Os dois jogos estão no horário de Brasília e são válidos pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro.

MELHORES MOMENTO DO JOGO ATHLETICO PR 1 X 1 BOTAFOGO. INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL

Fonte: GE


FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui