ATUAÇÕES: Diego Loureiro recebe a pior nota da equipe em uma péssima partida do Botafogo

0
39

O Botafogo foi derrotado pelo CSA por 2 a 0, no Estádio Rei Pelé, pela 25º rodada da Série B. Com o resultado, o Alvinegro encerra uma sequência de cinco vitórias seguidas no campeonato. O time de Enderson Moreira sofreu com a marcação alta da equipe alagoana e não conseguiu se impor. O LANCE! traz as notas e os destaques da partida.

Diego Loureiro – 4,5 – Pior do Botafogo em campo. Cometeu uma falha gigantesca que influenciou no resultado.

Daniel Borges – 5,5 – Não foi bem em campo. O jogador não conseguiu fazer uma boa marcação na lateral direita e sofreu com jogadas do adversário.

Kanu – 5,5 – Partida muito abaixo de seu nível. Cometeu muitas faltas e falhou na marcação do segundo gol do CSA.

Gilvan – 5,5 – Atuação ruim. Falhou algumas vezes na marcação e comprometeu a zaga no segundo gol do CSA.

Carlinhos – 6,0 – Fez uma partida bem regular. Quando teve a bola no pé, soube fazer o simples.

Barreto – 5,5 – Deu muito espaço para o CSA jogar perto da área do Botafogo, principalmente no primeiro tempo.

Luís Oyama – 5,5 – Muito mal em campo. Errou passes, e com a bola no pé, não conseguiu criar as jogadas e fazer a transição da bola ao ataque.

Chay – 6,0 – Partida abaixo de seu nível. Não conseguiu se destacar em campo como vem fazendo na temporada. Não conseguiu encontrar espaços para construir as jogadas.

Warley – 5,5 – Não fez uma boa partida. Não conseguiu dar profundidade ao Botafogo pelo lado direito.

Diego Gonçalves – 5,5 – Atuação apagada. Foi pouco acionado e quando teve a bola no pé, não soube aproveitar.

Rafael Navarro – 6,0 – Foi regular em campo. Conseguiu prender algumas bolas no campo de ataque e construiu uma grande chance de gol do Botafogo na primeira etapa.

Jonathan Silva – 5,0 – Entrou e falhou no segundo gol do adversário pelo lado esquerdo.

Ricardinho – 5,0 – Entrou e não soube se achar no jogo. Ficou apagado.

Luiz Henrique – 5,0 – Entrou e logo depois, pelo lado esquerdo em que atuava, saiu o segundo gol do CSA no jogo.

Rafael Moura – 5,5 – Assim que entrou teve a chance de marcar, mas cabeceou para fora.

Cesinha – 6,0 – Entrou e pouco apareceu. Quando teve a bola no pé, conseguiu acertar bons passes.

Enderson Moreira – 5,5 – Pior partida do Botafogo sob comando de Enderson. A equipe sofreu com a pressão alta do adversário e não soube se impor para garantir um bom resultado fora de casa.

CSA – SOBE – A pressão alta da equipe do CSA foi muito importante para o time conquistar a vitória. Com a pressão, o Botafogo não conseguiu criar e mais marcou do que atacou. DESCE – O CSA cometeu 23 faltas na partida. Assim, o Botafogo teve a chance de explorar as jogadas na bola parada.

Fonte: Lance!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui