Base do Botafogo ganha notoriedade em 2020

0
134
Base do Botafogo
Luis Henrique e a bênção de Garrincha

Paulatinamente, os jovens das categorias de base do Botafogo vêm ganhando espaço dentro de General Severiano. Em comparação com o ano passado, quando apenas Marcelo Benevenuto e Marcinho figuravam entre os titulares da equipe, hoje, percebe-se a importância dessa integração fortalecida por Paulo Autuori. Em um momento relevante na história do clube, esse movimento visa não só dar visibilidade aos atletas, mas também ajustar as finanças que precedem a S/A.

Ao fim da partida contra o Corinthians, no último sábado (6), essa integração ficou ainda mais evidente. Dos quinze jogadores que estiveram em campo ao longo do duelo, seis são crias da casa (Marcelo Benevenuto, Kanu, Caio Alexandre, Rhuan, Matheus Nascimento e David Souza). Ademais, dos 31 atletas no plantel do Botafogo, 45% (14), foram formados nas categorias de base do clube. Com a saída de Danilo Barcelos, outra prata da casa que ganha espaço é o lateral esquerdo Hugo.

Todavia, pouco fluxo de capital foi feito em cima desses jovens. Em comparação com os outros clubes do Rio, que faturaram milhões nos últimos anos com suas promessas da base, o Botafogo deixa a desejar. Jovens como os atacantes Luis Henrique e Matheus Nascimento são a esperança de dias melhores para o alvinegro.

Assim, essa gestão holística, influenciada por Autuori, deve colher ainda mais frutos para o alvinegro com o passar do tempo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui