Blog: “Interesses capitalistas avançam dentro do Botafogo para a imposição da privatização”

0
185

campanha a favor da privatização do Botafogo Futebol e Regatas é intensa, além da imprensa capitalista, que há mais de um ano vem dando muita publicidade à investida capitalista pela privatização do primeiro grande clube brasileiro, dentro do próprio clube e alinhado com os interesses externos o projeto capitalista fincou (após as últimas  eleições para direção do clube) dentro do próprio clube os homens que tem a incumbência de trabalhar pelo golpe contra o futebol brasileiro. Podem achar um exagero essa colocação, mas é exatamente assim, a vitória deste projeto, levado a frente por: Durcesio Mello, presidente eleito, apoiado pelos principais membros do grupo como Manoel Renha e Carlos Augusto Montenegro.

Estes homens que representam a vanguarda reacionária para vender e propagandear a farsa do clube empresa através do grande Botafogo de futebol e Regatas, clube que mostrou ao mundo o futebol arte brasileiro, através de Gérson, Didi, Garrincha e centenas de outros craques ao longo de sua história, agora avançam e organizados por este grupo onde o mais poderoso e experiente é Carlos Augusto Montenegro (que possui fortes relações com a Rede Globo, até pelo fato de ser presidente do Ibope) e já logo após as eleições vencidas por seu grupo declarou ao ser perguntado pela imprensa sobre qual é a linha dos eleitos no clube, o mesmo reforçou o discurso de que o projeto capitalista está “bem encaminhado”. E ao ser perguntado “e se a S/A não vingar?”, foi taxativo: – Não conto com essa possibilidade.

Neste sentido, nesta semana nos sites do clube e redes sociais a campanha da já dada falência do clube continua sendo levada a frente. Nestas redes soltaram que o nada interessado nesta política privatizante para todos os clubes do país, o site Uol, vinculado à Folha de São Paulo realizou um levantamento sobre os gastos com os jogos dos Clubes brasileiros.

E no site do Botafogo, assim começam a matéria: “Com o Estádio Nilton Santos, o Botafogo, em grave crise financeira, é o quarto com maior prejuízo do Brasileirão, totalizando R$ 1.119.504,12 até agora. O Glorioso está atrás apenas de Atlético-MG (R$ 1.126.614,99), Fluminense (R$ 2.050.661,11) e Flamengo (R$ 2.066.403,65).” Já chama a atenção a colocação inicial do Estádio Nilton Santos, os capitalistas quando querem impor estas políticas privatizantes não é segredo pra ninguém, querem lucrar com vendas, então por si só, este é um fato em que a torcida botafoguense tem que ficar atenta.

No decorrer da matéria citam que o Botafogo é o quarto maior em prejuízos com a manutenção dos jogos em seus estádios. Tais valores reais ou falsos, só tem um objetivo, estão sendo divulgados como forma de propaganda para o clube-empresa.

As dívidas acima, não são as únicas, tampouco o Botafogo é o único clube com dívidas milionárias. Também há outras dívidas acordadas entre governo e clubes através do Profut que permitiu a vários clubes a possibilidade de parcelamento dos débitos com a União em até 240 parcelas mensais, com redução de 70% do valor das multas, 40% do valor dos juros e o perdão de 100% dos encargos legais. No entanto, o artigo 16 do Profut impõe a “imediata rescisão do parcelamento, com cancelamento dos benefícios concedidos: a falta de pagamento de três parcelas”. Dentro do Profut há o Cruzeiro, que está na Série B do brasileiro, que não conseguiu saldar seus pagamentos e foi excluído do Profut.

Neste ranking de dívidas o Cruzeiro ocupa o segundo lugar do pódio, só está atrás do Corinthians, que ocupa a posição de maior devedor em termos de débitos com o Governo Federal, com R$ 341,7 milhões em dívidas com a União. Os 5 maiores débitos com o governo são: 2° Atlético-MG, que deve R$ 329,8 milhões; em 3º o Botafogo, com R$ 258,8 milhões; em 4º o Flamengo, que tem R$ 192,8 milhões e em 5° o Fluminense com um débito de R$ 181,5 milhões com a União.

Com tamanha crise financeira, o Botafogo é apenas o primeiro por suas debilidades ao avanço capitalista de privatização, a conseguir seu intuito, logo o ataque avançará sobre outros grandes do futebol do país. É necessário o repúdio geral à privatização do Botafogo e a organização das torcidas contra tamanha expropriação do futebol brasileiro, fator que atacará no cerne a maior paixão do povo brasileiro.

Fonte: DCO

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui