Blog: “Política de Terra-arrasada é pretexto pra privatizar o Botafogo”

0
93

Em meio ao início da reta final do campeonato brasileiro de futebol, agora na sua 23ª rodada, ocorreram as eleições do Botafogo de Futebol e Regatas, tendo como resultado final após contados 825 votos, com uma altíssima taxa de abstenção já que o clube conta com mais de 1.600 sócios o seguinte resultado:

Durcesio Melo: 477 (eleito)

Walmer Machado: 219

Alessandro Leite: 124

Com brancos e nulos sendo 5 votos

O resultado das eleições organizadas para manter a política de venda do clube e a sua privatização tornando-o um “clube S/A”, confirmou o interesse dos capitalistas interessados na privatização do primeiro grande clube do país. Um clube de camisa, como se diz no jargão do futebol. O que abrirá as perspectivas para atacarem outros grandes clubes do país.

O período que se seguiu até a data das eleições da Estrela Solitária (Pseudônimo do Botafogo), o clube foi gerenciado por um comitê responsável pelo futebol do Botafogo FR no último período. Tal comitê foi responsável direto pelos encaminhamentos para favorecer o desenrolar do clube empresa. O grupo foi formado por Nelson Mufarrej (Presidente atual), Carlos Augusto Montenegro (que também é presidente do Ibope-Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística).

Montenegro sempre foi uma pessoa importante nos bastidores do Botafogo, tido como grande financiador do clube; Nelson Mufarrej, Ricardo Rotenberg, Cláudio Good e Manoel Renha. Como já estava planejado e após as eleições presidenciais do Botafogo, tal grupo se dissolveria.

Com o resultado o presidente eleito no pleito do último final de semana foi Durcesio Mello, apoiado pelos principais membros do grupo como Manoel Renha e Carlos Augusto Montenegro. E logo após as eleições do clube, Montenegro(que possui fortes relações com a Rede Globo, até pelo fato de ser presidente do Ibope) foi contundente sobre qual é a linha dos eleitos no clube, reforçou o discurso de que o projeto capitalista está “bem encaminhado”. No domingo, ele deu a seguinte resposta ao ser perguntado “e se a S/A não vingar?”:

– Não conto com essa possibilidade.

Confirmando que também no futebol golpes são armados para favorecer capitalistas. Ao mesmo tempo Carlos Montenegro, sabe que essa tentativa pode ir por água abaixo, frente a revolta da coletividade alvinegra carioca quando se mostrarem os reais interesses dos capitalistas e ele também declarou o seguinte sobre a eleição de Durcesio:

“Não sei se estou jogando um amigo de infância no inferno”.

Mal em campo, o Botafogo a 16 rodadas do final do brasileirão ocupa a 19ª posição, se o campeonato terminasse hoje estaria rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro. Tal situação é uma das responsáveis por ainda se encontrar em banho maria a investida dos chamados grandes investidores, na vida real nenhum investidor põe dinheiro no que não dará um retorno imediato, ou quase imediato. Com o risco da segunda divisão em 2021, não foi dada a palavra final sobre a efetivação da transformação em S/A, mas nada que uma virada de mesa com auxílios externos não possa resolver, afinal o VAR também foi criado para estas ocasiões. Se o clube se encontrasse entre os primeiros do campeonato tal situação poderia estar bem mais avançada. Ao mesmo tempo, a campanha de que a situação do Botofogo, como todos vêem, é temerária e resultado do modelo atual do futebol, que não prevê a privatização, ajuda a colocar lenha na fogueira dos capitalistas.

No último período inclusive, uma das grandes empresas de comunicação a dar grande visibilidade a privatização do Botafogo é justamente a imprensa ligada a Rede Globo, como seus jornais esportivos. São inúmeras matérias onde se coloca que não há outra saída para clube a não ser aceitar a privatização ou então assumir a falência.

Em matéria da última semana citaram: “Em grave crise financeira e à espera da S/A, clube recorre a cardeais frequentemente para manter o mínimo funcionamento de suas atividades, inclusive para bancar a realização de jogos.

A necessidade de uma gestão profissional é compartilhada não só pelo alto escalão do Botafogo, mas os sufocos diários em todos os âmbitos fazem funcionários e atletas acreditarem que só mudanças radicais podem garantir o futuro do clube. Em grave crise financeira e à espera da S/A, o Botafogo sobrevive de socorros frequentes para manter o mínimo funcionamento de suas atividades.”

Atente-se para que o socorro sempre vem de seus aliados como Montenegro. A Globo inclusive faz campanha a favor de Montenegro. Na mesma matéria citada acima diz que, lema dos torcedores alvinegros é: “Se está ruim com Montenegro, estaria muito pior sem ele”, pois “Montenegro é o grande responsável por “apagar incêndios” no Botafogo”

Como vemos a situação do grande Botafogo de Futebol e Regatas é muito parecida, obviamente numa escala muito menor, com a luta entre países oprimidos e o imperialismo, onde o segundo usa de toda sua máquina capitalista (Eleições, imprensa, repressão, dinheiro, justiça) para destruir o primeiro e depois poder lucrar com a exploração em mais alto grau dos subjugados.

Que a torcida do Botafogo e de todos os clubes do país possam se organizar, se mobilizar e impedir a privatização do Botafogo, o que será o primeiro passo neste aspecto para a destruição final do futebol arte no país. Pois para o lucro não interessa a arte, apenas o resultado.

Fonte: Blog DCO

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui