Botafogo busca reforços para o meio e insere volante de 16 anos no dia a dia dos profissionais

0
56

Um dos setores mais carentes do Botafogo, o meio de campo vai ganhar reforços nos próximos dias. Além da atuação no mercado para anunciar pelo menos um volante e um meia, o clube aguarda o retorno de Pedro Castro, recuperado de lesão no joelho esquerdo, e prepara a joia Kauê para eventualmente virar opção para o técnico Marcelo Chamusca. 

Atualmente, o setor conta com 10 opções: Luiz Otavio, Kayque, Romildo, Rickson, Matheus Frizzo, Pedro Castro, Ricardinho, Cesinha, Felipe Ferreira e Marco Antonio. 

Mesmo com tantos nomes, poucos se firmaram, e cresceu a necessidade de um primeiro volante, marcador nato, e de um meia para articular as jogadas. A primeira parte da temporada 2021, com eliminações na Copa do Brasil e no Campeonato Carioca, acentuaram a falta desses jogadores no elenco.

O Bota ainda pode perder dois meias antes do início da Série B do Brasileirão: Luiz Otavio e Rickson têm contrato até 31 de maio, e suas situações estão em análise. O desempenho da dupla nos dois primeiros meses aponta para o fim do vínculo. 

Apesar de titular em seis dos sete jogos em que atuou, Luiz Otavio convive com as críticas do torcedor. Cria da base, Rickson também não convenceu nas seis oportunidades que teve com Chamusca, sendo quatro como titular. 

A expectativa está na volta de Pedro Castro, que vestiu a camisa alvinegra em três jogos até a lesão no 0 a 0 com o Bangu, ainda pela terceira rodada do Carioca. No pouco tempo em campo, o volante mostrou polivalência, mobilidade, bom passe e qualidade na bola parada, com gol de falta diante do Moto Club, pela Copa do Brasil. Mas ainda é uma incógnita. 

– Não foi uma lesão tão simples, ainda bem que não foi nada cirúrgico. Agradeço a todos que me apoiaram, estou feliz e motivado para voltar e dar meu melhor pelo Botafogo. A gente sabe que precisa melhorar, mas acredito que coisas boas vão vir, porque o trabalho está sendo bem feito e estou levando muito a sério – disse Pedro Castro à Botafogo TV.

Olho na promessa

Enquanto busca solução para o meio, o Botafogo também olha com carinho para uma promessa muito bem avaliada nas categorias de base. O jovem Kauê, de 16 anos, é da mesma geração do atacante Matheus Nascimento e tem treinado com frequência entre os profissionais. A ideia do clube é inserir a joia no dia a dia do time principal para melhorar os quesitos físico e técnico. 

Em novembro passado, o garoto, com passagens pela seleções de base, assinou seu primeiro contrato profissional, válido até 2023 e com multa rescisória para o exterior no valor de 45 milhões de euros.

Busca por reforços

Muitos nomes têm sido especulados entre os torcedores do Botafogo, mas o clube age com cautela no mercado para reforçar o time para a Série B. O momento ainda é de avaliação, e a certeza é que a prioridade do Bota é trazer jogadores mais maduros e com status de titular. 

Atletas menos experientes e com destaque em outros clubes neste início de temporada podem até pintar em General Severiano para compor elenco a depender também das oportunidades do mercado, mas o foco é outro. Com o pouco dinheiro para investir, o Botafogo quer nomes mais expressivos. 

Além de dois meias, o clube também busca um lateral-direito e um centroavante.

Fonte: ge

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui