Botafogo buscou técnico gringo após constantes negativas no mercado brasileiro

0
52

A solução gringa não foi a primeira opção do Botafogo. Com quatro meses para o fim do campeonato e a necessidade de resultados no curto prazo, a preferência foi por treinadores experientes do futebol nacional. Só que o mercado não se apresentou favorável. 

Ex-Bahia, Roger era o favorito no Bota — Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Ex-Bahia, Roger era o favorito no Bota — Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia 

Nas buscas iniciais, os dirigentes tentaram Roger Machado, cogitaram Lisca e viram Alexandre Gallo ser oferecido. Nenhuma das alternativas vingou. Limitado financeiramente e diante dos principais nomes do país já empregados, o clube atravessou a fronteira. 

Houve sondagem pelo brasileiro Alexandre Guimarães, que fez carreira no exterior, mas o ex-técnico da Costa Rica pretende continuar no mercado de seleções. Foi quando o Bota tentou Daniel Garnero e César Farías, mas as negociações fracassaram. 

Após idas e vindas, Ramón Díaz surgiu como um nome experiente e dentro do orçamento. O fator financeiro foi decisivo, mas não pelos salários. Isso porque o argentino chega ao Rio perto da projeção de custo feita por outros brasileiros sondados. Pesou a favor do novo treinador o fato de não estar preso a nenhum contrato com multa rescisória.

Fonte: ge

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui