Botafogo é processado na Justiça por não pagar comissão em negociação de Diego Souza

0
38

No início da tarde desta quinta-feira, a empresa que intermediou a negociação do Botafogo com Diego Souza entrou na Justiça contra o clube. O Esporte News Mundo teve acesso a detalhes do caso, que corre na 29ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ). A cobrança da dívida chega a R$ 658.935,45.

A empresa, no dia 1 de março de 2019, afirmou em juízo ter prestado os serviços de intermediação e assessoria nas negociações do Botafogo com Diego Souza, o que resultou na contratação. Na oportunidade, firmaram um “Instrumento Particular de Prestação de Serviços”.

Por meio do instrumento, caso houvesse efetiva assinatura do contrato do Botafogo com Diego Souza, a empresa receberia o valor bruto de R$ 322 mil, que seria pago em dez parcelas, iguais e consecutivas, de R$ 32,2 mil, entre 20 de março de 2019 e 20 de dezembro de 2019. Mas, segundo a empresa, os pagamentos não foram feitos.

“Em que pese a clareza das obrigações assumidas pelo Executado, bem como a efetiva celebração do contrato de trabalho entre o Clube e o Atleta, o Botafogo não adimpliu o seu compromisso e tornou-se devedor em mora desta Exequente, no valor líquido, certo e exigível de R$ 658.935,45 (seiscentos e cinquenta e oito mil, novecentos e trinta e cinco reais e vinte e oito centavos), que foi atualizado até o dia 01.05.2021, já computando honorários advocatícios de 10% que incidem sobre o valor exequendo”, pontuou.

Uma decisão inicial deve ser dada até o início da semana que vem. A empresa pede para que o Botafogo seja citado e pague a dívida atualizada em até três dias depois da citação. E caso não pague dentro do prazo, já foi solicitado em ato contínuo a penhora de valores e bens do Alvinegro.

Fonte: Esporte News Mundo

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui