Botafogo estreia no Carioca sub-20 e técnico traça meta: “Revelar jogadores para o profissional”

0
78

Finalista na edição 2020, o Botafogo começa a disputa do Campeonato Carioca sub-20 neste sábado, em clássico contra o Flamengo. O torneio é mais um compromisso da base alvinegra em 2021, ano que marca o primeiro início de temporada do técnico Ricardo Resende, anunciado em outubro passado.

O comandante tem 22 jogos à frente do Botafogo, com 13 vitórias, cinco empates e quatro derrotas. São 47 gols marcados e 15 sofridos. Após assumir o elenco com torneios em andamento, Ricardo vê agora um maior entrosamento entre comissão técnica e jogadores. 

– Conseguimos o título da Taça Rio, uma sequência de bons resultados no Campeonato Brasileiro e, principalmente, vários atletas do Sub-20 foram promovidos para o profissional. Fui muito bem recebido pelos atletas e membros da comissão técnica. Agora tendo uma temporada completa, esperamos lapidar ainda mais esses jovens para o profissional e para representar bem o Botafogo nas competições – afirma. 

A estreia contra o Flamengo gera expectativas e também abre espaço para discussão sobre a gestão do elenco. Classificado às quartas da Copa do Brasil sub-20 com o Botafogo, Ricardo toma como base o planejamento feito junto à diretoria para que os atletas otimizem as oportunidades. 

Botafogo estreia no Carioca sub-20 neste sábado, em clássico contra o Flamengo — Foto: Vitor Silva/BFR

Botafogo estreia no Carioca sub-20 neste sábado, em clássico contra o Flamengo — Foto: Vitor Silva/BFR

– Estamos muito preparados e motivados para o jogo contra o Flamengo. É um clássico e é sempre bom atuar nestas partidas. Há um planejamento bem definido pela comissão técnica junto ao Tiano Gomes, nosso gerente geral, e ao Carlos Garrit, nosso coordenador técnico, para a formação de um elenco qualificado para representarmos bem o clube em todas as competições – completa. 

Com o grupo profissional na Série B, a integração entre a base e o profissional é tida como exemplar. Diretor de futebol alvinegro, Eduardo Freeland mantém constante comunicação com Tiano Gomes, gerente da base. Ricardo Resende, por sua vez, também acompanha jogos in loco dos comandados de Marcelo Chamusca, visando adaptar o sub-20 à filosofia de jogo do profissional. 

– Acredito que o sucesso (do sub-20) está relacionado a um trabalho de todos os profissionais e atletas, no qual faço parte do processo. Estou muito feliz e motivado por estar no Botafogo. Espero que possamos ter bom desempenho nas competições e, principalmente, revelar jogadores para o profissional do Glorioso. Acredito que a torcida alvinegra pode esperar coisas boas para o futuro – analisa o técnico do Botafogo. 

Ricardo Resende é técnico do sub-20 do Botafogo — Foto: Fabio de Paula/BFR

Ricardo Resende é técnico do sub-20 do Botafogo — Foto: Fabio de Paula/BFR 

Goleiro Igo se inspira em Gatito e destaca relação com técnico

Fazendo valer a tradição do Botafogo debaixo das traves, o goleiro Igo é um dos atletas que chega embalado para a disputa do Carioca. No jogo de volta contra o São José-RS, ele defendeu um pênalti, ajudando a carimbar o avanço alvinegro às quartas da Copa do Brasil sub-20. Ao falar sobre referências na posição, Igo cita o nome do paraguaio Gatito Fernandez. 

– É difícil escolher apenas um. Aqui estou tendo a oportunidade de treinar com a equipe profissional algumas vezes e o Gatito é uma grande referência para mim, tanto dentro quanto fora de campo. Além dele, também me inspiro muito no Douglas, Cavalieri, Diego, Andrew, Flavio Tenius. Tento absorver e aprender o máximo para evoluir aqui no Botafogo – afirma. 

Um dos planos do presidente Durcesio Mello é aumentar o incentivo à base, a começar por uma estrutura mais qualificada. Por isso, o Botafogo fechou um acordo para a utilização do Cefat (Centro de Formação de Atletas TROPS), em Niterói. A troca entre as categorias de base e o profissional reflete nas projeções de Igo para 2021. 

Igo antes do duelo Botafogo x São José-RS, jogo de ida das quartas da Copa do Brasil sub-20 — Foto: Vitor Silva/BFR

Igo antes do duelo Botafogo x São José-RS, jogo de ida das quartas da Copa do Brasil sub-20 — Foto: Vitor Silva/BFR 

– Minha expectativa é que possamos ter uma ótima temporada. Estamos indo bem na Copa do Brasil e agora fechando nossa preparação para o Carioca também. Temos um grupo bastante forte e que já está bem adaptado ao estilo de jogo do professor Ricardo. Então, seguiremos trabalhando firme e queremos brigar por títulos esse ano – completa. 

Igo chegou ao Botafogo por empréstimo junto ao CSA, com contrato firmado até o fim de 2021. O goleiro garante que a transição após o clube alagoano correu sem quaisquer problemas. 

– Fui bem recebido por todos aqui e estou me adaptando bem. Estar em um clube como o Botafogo é motivo de muito orgulho. Quero agarrar essa chance e dar o meu melhor para retribuir em campo – finaliza Igo.

Fonte: ge

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui