Botafogo explica contato com a prefeitura do Rio e nega data definida para volta aos treinos

    0
    393

    Horas depois de Carlos Augusto Montenegro e o perfil oficial do Botafogo divulgarem datas acordadas com o prefeito Marcelo Crivella para o retorno do futebol carioca, o presidente Nelson Mufarrej negou que o elenco voltará aos treinos no Nilton Santos na próxima semana, como planeja a prefeitura do Rio de Janeiro. O clube garantiu que não mudou de postura diante da pandemia.

    – Não existe recuo por parte do Botafogo. Nada mudou no nosso entendimento. A nossa sugestão, em ligação do Carlos Augusto (Montenegro) ao Crivella, foi tão-somente no sentido de haver uma data-base para a retomada dos treinos presenciais e jogos para o Carioca, sob protocolos. São projeções que estarão sob constante reavaliação. O Botafogo que decidirá o seu caminho. O nosso retorno aos treinos está indefinido, não temos data – disse ao GloboEsporte.com.

    – Continuaremos sendo criteriosos na análise da curva da pandemia e na preservação dos nossos. Não retornaremos no dia 1º de junho, mesmo que os demais o façam. Na reunião do Arbitral de hoje, do Carioca, estaremos firmes em nossas posições, defendendo que toda decisão estará condicionada ao andamento da situação com o intuito de respeitar a vida de seus jogadores, funcionários e familiares – completou o presidente.

    Em entrevista coletiva nesta segunda-feira, o prefeito Marcelo Crivella revelou que Botafogo e Fluminense aderiram ao plano de retomada do futebol na cidade do Rio. Fato negado pelo presidente do Flu, Mário Bittencourt.

    Pelo lado alvinegro, o ex-presidente Carlos Augusto Montenegro, membro do comitê executivo de futebol, confirmou o contato por telefone e as datas programadas para a volta do futebol. A depender do avanço do coronavírus, os treinos seriam liberados a partir de 1º de junho, enquanto os jogos poderiam ser retomados no fim do mês ou no início de julho. O clube registrou nas redes sociais.

    Agora, o Botafogo explica que concordou apenas em projetar datas para o retorno das atividades, e não em aderir à programação que tem Flamengo e Vasco como grandes defensores. Se confirmada, a nova posição iria de encontro às declarações dadas pelo próprio Mufarrej há um dia, quando o presidente classificou a volta aos treinos neste momento como “desconexão da realidade”.

    No último domingo, o clube não se apresentou à reunião que tratou do tema na prefeitura. Ainda nesta segunda-feira, a pauta voltará à mesa dos clubes nesta tarde, quando a Ferj reunirá os filiados para a reunião do Conselho Arbitral.

    Fonte: GE

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui