Botafogo fica com promessa, mas Inter ainda mantém atacante no radar

0
167
Guilherme Santos profetiza
Foto: Vitor Silva

Internacional e Botafogo fazem hoje (12), no Beira-Rio, um duelo que ganhou capítulos recentes nos bastidores, com finais não muito felizes, e promete ter novas páginas. Titular nas últimas três partidas e em busca de reafirmação no Alvinegro, Pedro Raul ainda é alvo de desejo do Colorado, que não descarta nova investida. A partida deste sábado é válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O camisa 9 já esteve no radar do Internacional em mais de uma oportunidade ao longo desta temporada, mas as conversas não avançaram. Na mais recente, inclusive, já após a lesão de Paolo Guerrero, o Botafogo recuou depois de pressão da torcida. O clube gaúcho, porém, não desistiu e mantém o jogador sob observação.

Uma eventual investida por Pedro Raul dependerá de vários fatores. O Inter passará por eleição na próxima terça-feira e todo departamento de futebol será alterado. Além disso, uma nova comissão técnica deve assumir o clube para 2021. Ainda assim, o nome do jogador segue no radar vermelho.

Pedro Raul, que chegou ao Alvinegro como reforço para a atual temporada, tem vínculo até o fim do ano que vem.

Para 2021, o Inter passará por reformulação. Nomes como Leandro Fernández e Abel Hernández, contratados com participação de Eduardo Coudet, não devem seguir no clube. Guerrero já é veterano e se recupera de uma grave lesão no joelho direito. Atualmente, Thiago Galhardo e Yuri Alberto são utilizados.

Porém, as boas atuações e a chance na seleção brasileira atraíram holofote sobre Galhardo, que pode receber oferta na janela de transferências seguinte, segundo apurou o UOL Esporte.

Já em General Severiano, Pedro Raul começou 2020 como titular e quase sem ser incomodado, mas viu Matheus Babi despontar no começo do Brasileiro e conquistar vaga no time. Neste período, em algumas partidas, os dois chegaram a formar dupla de ataque. Mas, recentemente, ganhou a atenção novamente e voltou à equipe inicial.

O jogador se torna a esperança de gol em meio a uma enorme crise pela qual o time passa. Na penúltima colocação, o Botafogo precisa de vitórias o mais rapidamente possível para sair da zona de rebaixamento do Brasileiro.

Polêmica em torno de Cesinha

Recentemente, Internacional e Botafogo estiveram envolvidos em uma polêmica envolvendo o meia Cesinha, então da base colorada e hoje no elenco alvinegro.

Destaque na Copa São Paulo de Futebol Júnior, o jovem era apontado como joia no Beira-Rio, mas acabou não sendo tão aproveitado por Coudet. Sem espaço no elenco principal, a diretoria colocou à mesa a possibilidade de ele voltar a integrar o grupo do sub-20, enquanto fazia a transição.

A ideia, porém, não foi bem aceita, o que fez cúpula e jogador não falarem mais a mesma língua. Neste meio tempo, o Alvinegro sondou Cesinha, que tinha os direitos ligados ao Três Passos-RS. O clube gaúcho já havia feito uma parceria com o Botafogo envolvendo Luis Henrique, vendido recentemente ao Olympique de Marselha, da França.

Depois de muita negociação e um certo imbróglio, Cesinha rescindiu com o Colorado, foi anunciado pelo Glorioso há pouco mais de um mês (o Inter manteve 15% dos direitos) e está à disposição do técnico Eduardo Barroca. Ele chegou com a expectativa de ser utilizado no time principal, mas isso ainda não aconteceu.

Botafogo já “sofreu” com jogo duro do Inter

Na última temporada, quando foi ao mercado, o Botafogo sofreu com o jogo duro do Internacional. Em setembro, o Alvinegro teve os atacantes William Pottker e Neilton, que estavam sem espaço no Colorado, na mira, mas as tratativas não foram à frente.

À época, o clube carioca tentou um empréstimo, mas por ainda estar na disputa da Copa do Brasil, o Inter brecou o negócio, avaliando que a dupla ainda poderia ser útil. Posteriormente, o Colorado avisou que, no caso de Pottker, a transação só aconteceria com a compra dos direitos econômicos do atleta. Na ocasião, o valor indicado foi de aproximadamente 5 milhões de euros (R$ 22 milhões), o que estava fora da realidade do Glorioso.

As negociações acabaram não se concretizando e, principalmente a posição de 9, foi apontada como carente em General Severiano até o fim da temporada.

Fonte: UOL

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui