Botafogo: Ramon se coloca à disposição para assumir o Glorioso na Série B: ‘Grande clube. Pronto para trabalhar’

0
150

No futebol carioca, Ramon Menezes construiu uma carreira conceituada vestindo as camisas de VascoFluminense e Botafogo. Como treinador, o ex-meia teve uma breve passagem pelo Cruzmaltino em 2020: 14 jogos e oito vitórias até ser demitido. No entanto, pode seguir os passos de jogador e assumir outro clube do Rio. Ao menos, deixou as portas abertas.

Em entrevista ao canal do YouTube Fanático Vascaíno, do jornalista Fabio Azevedo, o treinador, que esteve no comando do CRB na Série B, deixou em aberto a possibilidade para assumir o Botafogo na Série B.

“Fico muito chateado pelo que aconteceu com o Botafogo. É um grande clube, torcida enorme e fantástica. Tive oportunidade de vestir essa camisa. Sou profissional e estou no mercado. Estou pronto para trabalhar e estou precisando. Eu sou jovem, tenho que ganhar casca e experiência como treinador. Mas tenho 48 anos, tenho vivência como ex-atleta e comecei em 2015 como treinador. Há muitos jovens treinadores preparados”, começou por afirmar.

“Seria interessante pegar logo um trabalho, estou na expectativa. Nesse momento, a família cobra muito quando ficamos muito distantes. Espero que tenham paciência. Daqui a pouco pinta uma situação para eu dar continuidade ao meu trabalho. Certeza que farei novamente um grande trabalho”, complementou.

Sobre a possibilidade de voltar a ser auxiliar, como foi inicialmente no Vasco, Ramon Menezes rechaçou. A partir de agora, somente trabalhos como treinador.

“Não tem mais volta (como auxiliar). Agora sou treinador. Aceitei como auxiliar no Vasco porque não podia falar ‘não’ e vi uma grande oportunidade para minha carreira. Queria mostrar meu trabalho. Mas sempre me coloquei no meu lugar. E tive a chance de voltar para o Rio, ficar perto das minhas filhas. Isso foi fantástico. Mas agora é deixar a mala pronta e partir trabalhar (para qualquer time do Brasil)”.

Na temporada 2020, que está tendo sua finalização em 2021 devido à pandemia, o Botafogo já teve cinco treinadores e, no momento, está sem técnico, desde a demissão de Eduardo Barroca. Antes, teve Alberto Valentim, Paulo Autuori, Bruno Lazaroni e Ramon Díaz. O argentino, por conta de um problema de saúde, nem chegou a estrear. Seu filho Emiliano Díaz foi quem comandou o Glorioso.

O Botafogo teve rebaixamento decretado na última rodada, ao perder para o Sport no Estádio Nilton Santos por 1 a 0 e ver as chances matemáticas de sair da zona de rebaixamento acabarem.

Finte: ESPN

CARTA DESNECESSÁRIA QUE SERVE APENAS PARA DIMINUIR O CLUBE E AFASTAR INVESTIDOR E PROFISSIONALISMO.

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui