Com venda, Botafogo consulta Ferj e CBF para transferir direitos à SAF

0
37

Após anunciar a criação da sua empresa, o Botafogo já consultou a CBF e a Ferj para transferência de seus direitos esportivos e contratuais para a SAF (Sociedade Anônima do Futebol). A mudança tem de ser feita antes do início do Estadual no final de janeiro. Essa é uma medida essencial para concluir a negociação de venda do futebol alvinegro para o investidor norte-americano John Textor.

A Lei da SAF estabeleceu a possibilidade de o clube associativo criar uma empresa com regras definidas. A companhia, posteriormente, pode ser vendida parcialmente ou integralmente para um novo dono.

Para isso, é necessário transferir os direitos esportivos como a vaga na Série A do Brasileiro e do Estadual da associação para a nova SAF. Além disso, são transportados os contratos dos jogadores para a nova entidade. O clube associação fica suspenso com seus direitos sucedidos pela empresa. O processo tem de ocorrer na interrupção das competições.

O Cruzeiro foi o primeiro clube a iniciar esse processo logo após fundar sua SAF. O Botafogo anunciou a criação da empresa na segunda-feira. E já enviou um e-mail para a Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) para consultar sobre a transferência dos seus direitos esportivos para a empresa. A federação está analisando o pedido feito pelo clube alvinegro.

Perguntado, o Botafogo confirmou que está tratando de medidas jurídicas na Ferj e na CBF: “Clube está tomando todas as cautelas e obrigações na esfera legal junto à CBF e FERJ”.

A transferência dos direitos para a SAF tem de ocorrer nesta janela para levar adiante a negociação com o norte-americano John Textor, dono da Eagle Holdings e de um percentual do clube Crystal Palace. Foi assinada uma proposta não-vinculante entre o Botafogo e o empresário para aquisição de 90% da SAF (a proposta não vinculante ainda não estabelece uma ligação entre as partes).

Para dar seguimento ao negócio, a Assembleia Geral do Botafogo ainda precisa aprovar a venda de 90% dos direitos da ações da SAF, em reunião marcada para o dia 14 de janeiro. Ou seja, é necessário essa medida também para efetivar a transferência dos direitos esportivos na CBF e Ferj.

Assim, após a aprovação, o Botafogo teria menos de duas semanas para concluir todo o processo.

Fonte: UOL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui