Diretor do Bota sai em defesa de Barroca

0
120

No fim de novembro, o Botafogo optou por trocar de técnico para a reta final do Campeonato Brasileiro. O nome escolhido foi o de Eduardo Barroca. O gerente de futebol, Túlio Lustosa, relembra o processo da mudança de treinador e conta por que escolheu Barroca.

“Os resultados não vieram e tínhamos um prazo de 30 dias da permanência ou não do Ramón (Díaz), senão pagaríamos uma multa. Decidimos com o Comitê fazer a rescisão. Depois de tantas mudanças, pedi a prerrogativa para escolher um treinador e minha escolha foi o Barroca, porque conhecia os atletas e poderia nos tirar dessa situação”, explicou Túlio Lustosa, em entrevista ao canal “Roberto Botafogo”.

O dirigente elogia Barroca, usa o exemplo do São Paulo e mantém a confiança de que o Botafogo pode escapar do rebaixamento no Brasileirão.

“É um cara que não me decepcionou em nada no trabalho. Nunca trabalhei com ele, gosto da maneira como ele pensa o futebol. Não é do dia para noite que as coisas acontecem, continuo depositando todas as minhas fichas nele. Muitas vezes não é tão rápido. Dou exemplo do (Fernando) Diniz no São Paulo, estava sendo esculhambado em tudo que é mídia, e a diretoria do São Paulo apostou nele até o fim e está vendo o resultado agora. Mas a situação do Botafogo não se repetiu, não por esse profissional, que é exigente, que é o Barroca. Ele pode vir a fazer um grande trabalho a médio e longo prazo. Temos dez jogos para mudar essa situação. Mas não jogamos a toalha enquanto houver esperança”, acrescentou.

Fonte: O Flu

JOGO DA VIDA, OU GANHA OU CAI! CLIQUE, ASSISTA E SE INSCREVA NO CANAL!

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui