Enderson Moreira admite erro em confusão com arbitragem, mas garante: “Não houve desrespeito”

0
105

Botafogo venceu o Confiança por 1 a 0 fora de casa na estreia de Enderson Moreira como técnico alvinegro e conseguiu importantes três pontos contra o Z-4 neste sábado (24) pela 14ª rodada da Série B do Brasileirão 2021. No Estádio Lorival Baptista, Romildo foi o autor do único gol da partida ainda no primeiro tempo. Contudo o comandante e Warley foram expulsos no segundo.

Aos 15 minutos da segunda etapa, Enderson foi expulso com dois cartões amarelos seguidos. O segundo veio após ele se desentender com o quarto árbitro e proferir ofensas. “Você é um cara despreparado para poder trabalhar. Vai trabalhar aí o resto da sua vida”, disse à arbitragem. Mas essa não foi a interpretação do treinador.

“Eu conversei com os atletas, realmente foi uma atitude que eu não deveria ter feito. A gente fica muito envolvido com a responsabilidade que é dirigir a equipe do Botafogo, quer ganhar sempre. O que eu posso falar é que não houve nenhum tipo de desrespeito com ninguém. Houve uma cobrança em cima de algum lance. Mas não é uma conduta que faz parte daquilo que eu penso, e eu pedi desculpa para os atletas. É claro que tem um prejuízo, ficar fora das quatro linhas.

A gente tem o Luiz Fernando e o Lúcio Flávio, que são auxiliares extremamente competentes e que podem comandar a equipe. Mas é uma coisa que a gente precisa acima de tudo evitar, a gente é colocado à prova constantemente, mas precisa ter mais equilíbrio emocional. Infelizmente, hoje eu não consegui me conter e peço desculpa aos atletas e à torcida. Não era a estreia que eu desejaria ter, mas aconteceu, não adianta ficar lamentando, criando uma situação maior do que realmente é. Agora é arcar com as consequências e preparar bem a equipe para a próxima partida”. 

“Tem que ter critério”

O lateral-direito Daniel Borges, na saída de campo, não entrou muito na confusão, mas considerou o árbitro principal sem critério durante a partida.

“Acho que a arbitragem tem que ter um critério para os dois lados. No primeiro tempo, o Neto Berola fez três faltas em mim, pegando meu tornozelo, e ele poderia ser expulso e mudar a situação do jogo. Quando o Enderson e o Warley foram expulsos, nós acabamos perdendo um pouco o controle do jogo, o que é normal. Com um jogador a menos e um campo pesado, fomos atrapalhados para jogar. Mas o mais importante disso foi que hoje conseguimos uma vitória. Com a chegada de um treinador novo, a gente precisava disso, de vitória, dar uma resposta não só para nós, mas também para a torcida. Essa vitória é de suma importância e vai aumentar a confiança do grupo, nos dar credibilidade e confiança para continuarmos trabalhando e melhorando cada dia mais”.

O Glorioso volta a campo antes, na terça-feira (27) às 21h30, quando recebe o CSA em jogo atrasado da sexta rodada.

Fonte: Vavel

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui