Enderson pede calma após estreia de Rafael no Fogão: “é uma readaptação”

0
51

Além do retorno do torcedor ao Nilton Santos, uma das atrações da partida de hoje do Botafogo contra o Sampaio Corrêa era a possível estreia de Rafael, principal reforço do time no ano. Relacionado pela primeira vez, ele entrou na metade do segundo tempo e fez uma atuação discreta na vitória por 2 a 0 em cima do Sampaio Côrrea.

Para o treinador Enderson Moreira, é preciso ter calma nas expectativas em cima do lateral direito: “ele vem de um longo tempo inativo, é uma readaptação ao futebol brasileiro”.

“A gente percebeu que ele avançou muito nas últimas semanas, a gente viu a possibilidade de poder utilizá-lo por um período, agora a gente precisa ter cuidado, para que ele possa gradativamente ganhar mais condição”, afirmou o treinador na entrevista coletiva após o jogo.

O técnico destacou que o time precisa dar condições para que Rafael fique à vontade e aos poucos possa explorar as características dele em campo: “é um jogador de força, de velocidade, ele pode fazer esse lado do campo e pode ser um lateral que se projeta mais a frente. Ele vai trazer muita maturidade e qualidade de jogo, vai ser um jogador muito importante nessa sequencia”.

Sobre a vitória de hoje (26), Enderson destacou que o resultado foi importante por ter sido uma reação após um resultado negativo, a derrota diante do CSA na rodada anterior. Na avaliação do treinador, o Botafogo conseguiu ter domínio do jogo, apesar de ter demorado para definir o placar no segundo tempo.

“Nossa equipe buscou o segundo gol desde o primeiro lance, criamos boas situações, tivemos situações para poder finalizar, terminar as jogadas. A gente foi criando situações e a gente sabe que a equipe do Sampaio é qualificada, sabe o que fazer, joga muito nas transições, é muito rápida e que a gente não podia vacilar, errar”, afirmou Enderson, reconhecendo méritos do adversário que jogou a etapa complementar toda com um a menos.

“A gente vê várias equipes que mesmo com jogadores a menos conseguem um resultado positivo, ganhar jogo. A gente soube lidar com a superioridade numérica, sem correr riscos e buscando sempre o segundo gol”.

Por fim, Enderson dedicou a vitória aos torcedores que conseguiram estar no Nilton Santos na primeira partida com público desde março do ano passado: “é um momento muito especial para todos nós, escutar o torcedor no estádio, e a gente estava com uma saudade enorme”.

Fonte: UOL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui