Entenda como Enderson Moreira transformou o Botafogo em líder de aproveitamento e candidato ao acesso na Série B

0
75

Não é exagero dizer que a vida do Botafogo nesta Série B se divide em antes e depois da chegada do técnico Enderson Moreira. O alvinegro trocou seu status de um cambaleante clube de meio de tabela a forte candidato ao acesso em poucas rodadas. O segredo do treinador passa por mudanças de posicionamento e muita orientação tática, de acordo com os próprios atletas. Hoje a equipe enfrenta o Remo, às 19h30, no Baenão, visando manter a excelente fase.

A comparação com Marcelo Chamusca é uma boa forma de mostrar a evolução alvinegra. O antecessor foi demitido com apenas três vitórias em 10 jogos e 13 pontos ganhos. Enderson superou estes números com apenas seis partidas à frente do alvinegro. Hoje com nove jogos, tem 22 pontos. 

Taticamente, uma das principais mudanças passa pelo novo posicionamento de Chay. Apesar de sua liberdade em campo ter diminuído, suas ações têm sido mais efetivas e decisivas

— O Chamusca me dava muita liberdade para jogar no último terço do campo, com o Enderson tenho um jogo mais posicional. Ele me posiciona bem para atacar bem as linhas. É um pouco diferente — afirma Chay.

Já Barreto diz que um pedido do novo treinador foi para que os jogadores prestassem mais atenção no posicionamento sem a bola.

— Nossa equipe tem sido mais compacta nesses últimos jogos. O Enderson enfatizou isso e pediu para que a gente jogasse mais junto e isso tem dado resultado. Não tomamos gols. Quem toma poucos gols na competição como a Série B tende a chegar na parte de cima — conta o volante. 

O Botafogo de Enderson já bateu favoritos nesta Série B. Para alcançar o G-4 pela primeira vez, teve que vencer o líder Coritiba por 1 a 0, no Couto Pereira. Até então, os paranaenses não sabiam o que era ser derrotados como mandante neste Campeonato Brasileiro. 

Outro ponto que explica esta crescente é o desempenho fora de casa, que mais que dobrou desde a chegada de Enderson: são 58,3%, sendo sete pontos em duas vitórias, um empate e uma derrota. Com Chamusca, foram 23,3%, com uma vitória, quatro empates e cinco derrotas. Isso em uma contagem fundamental para quem busca o acesso.

Importante dizer também que, desde que Enderson Moreira assumiu, nenhum clube da Série B teve melhor aproveitamento nesta Série B — no caso do Botafogo, um total de 81%. Líderes, o Coritiba tem 61% neste período, enquanto o CRB somou 55%, por exemplo. 

Fonte: O Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui