Gilvan projeta Série B e avisa: ‘Torcida pode esperar um time competitivo’

0
42

Está chegando a hora. O Botafogo estreia na Série B do Campeonato Brasileiro na próxima sexta-feira, 28, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, às 21h30, contra o Vila Nova. O zagueiro Gilvan jogou por quatro anos no Atlético-GO e conhece bem o rival. Em entrevista coletiva, o defensor projetou o confronto e elogiou o adversário.

– Conheço bem o Vila Nova, é uma equipe qualificada, conheço o treinador e alguns jogadores que estão lá. Fiquei quatro anos lá em Goiânia, conheço bem o adversário, é uma equipe qualificada, é uma equipe que é aguerrida, mas a gente está se preparando bem para poder fazer um grande jogo lá e sair com o resultado positivo que é o mais importante – comentou, antes de seguir.

– As minhas recordações contra o Vila são sempre de jogos difíceis, porque é uma equipe que gosta de competir, e temos que ficar atentos a todos os detalhes para fazer um grande jogo lá – afirmou.

O Botafogo teve a melhor defesa do Campeonato Carioca de 2021. Em 15 partidas disputadas, o Alvinegro sofreu apenas dez gols. Por outro lado, o ataque, a equipe comandada teve apenas o sexto melhor ataque, com 16 gols marcados. Contudo, Gilvan exaltou o setor ofensivo do Botafogo e destacou a importância que esse setor cumpre para ajudar na defesa.

– A gente está bem mesmo defensivamente, mas é porque os atacantes estão nos ajudando bastante, o Navarro, o Ronald, o pessoal ali da frente está nos ajudando bastante. Isso fortalece o sistema defensivo. Daqui a pouco, o ataque vai começar a fazer gol, vai dar mais tranquilidade para a defesa também. Aqui é equipe, jogamos todos juntos, a gente não pode ficar “ah, o ataque está mal” ou “a defesa está bem”, não.

– Eu agradeço muito aos atacantes, porque eles estão nos ajudando bastante. Daqui a pouco, tenho certeza que Navarro, Ronald e os demais vão começar a fazer gol, e a torcida vai ficar feliz por isso, porque atacante tem que estar sempre fazer gol – disse.

Veja outras respostas de Gilvan:

CONFIANÇA E EMOCIONAL DO GRUPO

– A gente tem que estar confiante pelos trabalhos que a gente tem feito no dia a dia, juntamente com o professor Chamusca, que vem nos ajudando bastante. Acho que nossa equipe está começando a crescer, incorporar, como eu falei, estão chegando reforços para nos ajudar. E a gente precisa se dedicar, a cada treino, temos que treinar forte e se dar. Porque, quando você treina forte, você joga forte. Então, esse é o nosso pensamento aqui no Botafogo, não pode ser de outra forma, tem que pensar sempre positivo.

– Para estar aqui no Botafogo, o jogador tem que ter confiança. É uma equipe grande, um clube grande. Como falei, a gente tem que dar o nosso máximo sempre para colocar o Botafogo na Série A o mais rápido possível.

ELENCO DO BOTAFOGO

– O que eu posso falar do nosso grupo é garantir que vamos dar o nosso máximo, a torcida pode esperar isso, que a gente vai competir bastante, eu vou cobrar dos meus companheiros, como também cobro de mim mesmo no dia a dia, treinar forte para chegar no jogo e fazer a mesma coisa. A torcida pode esperar um time competitivo, um grupo unido, que a gente está se fortalecendo cada vez mais. Estão chegando jogadores aí para nos ajudar. Então, tenho certeza que vamos dar a vida para colocar o Botafogo onde ele deve estar que é a Série A.

PRESSÃO PARA RETORNAR À ELITE

– Pressão sempre existe desde que eu comecei a jogar futebol. Pressão sempre existe, e aqui não vai ser diferente pelo tamanho do Botafogo. Quem está aqui está preparado, sim, como eu falei, está preparado e está disposto a dar o melhor possível para o Botafogo. Tenho certeza que vamos fazer um grande ano e, no fim, todo mundo vai se abraçar.

VITÓRIA SOBRE O VASCO

– Dá uma confiança legal, você vencer o clássico. Mas a gente não pode se empolgar com nada, porque nossa equipe está crescendo cada vez mais. Aqui, quem vem jogar tem que estar preparado para jogar no Botafogo. É uma competição difícil, como falei, Então, a gente tem que estar focado para fazer um grande campeonato e conseguir nosso objetivo no final.

JOGO NO ONÉSIO BRASILEIRO ALVARENGA

– Sobre o campo do OBA, eu nunca joguei. Por incrível que pareça, eu joguei por quatro anos em Goiânia e não disputei nenhuma partida lá. Sempre jogamos no Olímpico ou no Serra (Dourada). É um estádio em que eles estão acostumados a jogar, são fortes lá na casa deles.

GOLS MARCADOS PELO BOTAFOGO

– Me senti feliz de ter feito dois gols nos jogos decisivos, mas triste pelo resultado final que foi perder nos pênaltis. Mas, a gente está progredindo, a equipe está crescendo cada vez mais, está ganhando confiança, oscilamos um pouco no Campeonato Estadual. Agora, como falei para os meus companheiros, é um campeonato diferente, um campeonato em que temos que competir bastante para conseguir nossos objetivos.

Fonte: Lance!

GIRO DE NOTÍCIAS AO VIVO | SE INSCREVA NO CANAL E VENHA PARTICIPAR ENVIANDO AS SUAS MENSAGENS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui