Líder de desarmes, Marco Antônio sobe em importância no Botafogo com papel tático

0
67

Marco Antônio chegou ao Botafogo como meia e ganhou espaço na ponta direita, mas a importância do jogador para o time vai além dos números ofensivos. Fora os três gols e as duas assistências na Série B, o atleta cumpre papel tático que o manteve no time em todas as 20 rodadas já disputadas do campeonato.

Ele é um dos três do elenco que jogaram todas na Série B, junto de Daniel Borges e Rafael Navarro. De 20 jogos, 16 foram como titular. Tanto espaço veio pelo trabalho do atleta também sem a bola, que faz dele o líder de desarmes do time no torneio, com 31 roubadas de bola. Na frente de jogadores de marcação como Gilvan e Luís Oyama.

– Muito feliz por ajudar a equipe também na parte tática, na parte defensiva. Procuro me empenhar e dar o meu máximo. Fico contente com esses números, e espero aumentar ainda mais na reta final da temporada. Meu objetivo é sempre ajudar a equipe, seja com gols ou também na parte defensiva, na parte tática – disse.

No ataque, o jogador também está entre os melhores do time, em quarto lugar na lista de artilheiros e em terceiro no ranking de garçons. O espaço se manteve com a chegada de Enderson Moreira. Marco Antônio foi titular em todos os oito jogos.

A responsabilidade do meia vai aumentar a partir de agora. O clube acaba de perder mais uma opção para os lados do ataque com a lesão de Diego Gonçalves. Antes dele, Ronald também foi para o departamento médico e ainda não voltou.

O Botafogo volta a campo pela Série B na próxima sexta-feira, às 21h30 (de Brasília), pela 21ª rodada. O time é o sétimo colocado, soma 32 pontos e está a dois de entrar no G-4.

Fonte: ge

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui