Loco Abreu revela planos para depois da aposentadoria e não descarta retorno ao Botafogo: ‘Vai acontecer’

0
1656

Jogador que defendeu mais clubes na carreira, até o momento são 29, o atacante Loco Abreu até entrou no Guinness Book, o Livro dos Recordes, em 2018, por conta da marca. Atualmente ele está no Boston River, do Uruguai, onde cumpre a função de atacante e treinador da equipe ao mesmo tempo.

Em entrevista exclusiva ao FOXSports.com.br, o uruguaio de 43 anos falou sobre os planos que tem para a carreira e deixou claro. Quando se aposentar, o seu desejo é permanecer no futebol como treinador.

“Meu desejo (quando me aposentar) é continuar no futebol, diretamente como treinador, 100% focado nessa função e continuar aprendendo e crescendo. Você tem que estar preparado para aprender e crescer sempre. Como treinador mais ainda”, afirmou o atacante, que ainda revelou o motivo de ainda não ter pendurado as chuteiras, mesmo após os 40.

“O que me motiva é a paixão de curtir o futebol, sentir essa sensação de ainda poder ajudar o clube, com minha característica dentro do campo e agora também transmitindo tudo o que pode ser bom de passar para a rapaziada, para o elenco, e poder, logicamente, ter um time competitivo, atingindo os objetivos que nosso clube tem pela frente. Agora parou tudo (por conta da pandemia do COVID-19), mas esperamos que volte à normalidade para continuarmos nessa caminhada”, prosseguiu.

Em relação ao Botafogo, clube do qual é um dos ídolos da torcida, principalmente por conta do título do Campeonato Carioca de 2010, quando marcou o gol da conquista alvinegra sobre o Flamengo, Loco afirmou que, além de ainda querer fazer um jogo de despedida pelo Glorioso, pensa também em poder voltar um dia a General Severiano, mesmo que cumprindo nova função.

“Eu estou no Botafogo. Depois podemos analisar se eu vou voltar a trabalhar em alguma outra parte do clube também. Isso vai acontecer, tem que esperar o momento certo, mas eu não estou fora do Botafogo nunca, estou dentro. Se entrar na sede, no museu do Botafogo, estou lá. Sempre ficará na lembrança, do torcedor, do clube. Sempre alguma coisa acontece que o Botafogo está presente. Isso será para a vida toda… Tenho o sonho de fazer um jogo de despedida com a camisa do Botafogo. Já foi falado, mas tem que ter o momento certo para isso acontecer”, completou.

Fonte:Fox Sports

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui