Luxemburgo cobra mais reconhecimento a Botafogo e Santos: ‘São os clubes mais conhecidos do mundo’

0
45
TIANJIN, CHINA - SEPTEMBER 28: (CHINA OUT) Vanderlei Luxemburgo, new head coach of Tianjin Songjiang Football Club, visits the club's football training base on September 28, 2015 in Tianjin, China. (Photo by VCG/VCG via Getty Images)

Com passagem por alguns dos clubes mais tradicionais do futebol brasileiro, o técnico Vanderlei Luxemburgo, que atualmente tenta ajudar o Cruzeiro a conquistar o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro, pediu um reconhecimento maior a dois clubes grandes do país: Botafogo e Santos. Na visão do treinador, além de serem as equipes de futebol mais conhecidas do mundo também tiveram dois dos maiores jogadores: Garrincha e Pelé.

Durante entrevista ao podcast “Mano a Mano”, com o rapper Mano Brown, e que vai ao ar nesta quinta-feira (7) no Spotify, Luxa lembrou da sua passagem pela Vila Belmiro e questionou o fato do Brasil não “enaltecer e perpetuar algumas coisas”, entre elas o Peixe e o Glorioso. Neste segundo, o treinador de 69 anos passou apenas como jogador, entre 1979 e 1980.

“O Brasil não enaltece e não reconhece e não perpetua algumas coisas. O Santos e Botafogo têm que ser perpetuados porque são os clubes mais conhecidos do mundo e os que os maiores jogadores do mundo jogaram, como o Pelé e o Garrincha”, começou por dizer.

“Eu, quando fui ao Santos, eu como sou da bola e respiro a bola, pensava que ia dirigir o time que passaram os maiores jogadores. Eu era maluco para estar lá logo”, finalizou, lembrando das quatro passagens que teve pelo clube paulista.

Neste momento, enquanto o Botafogo busca voltar à elite do futebol brasileiro, na disputa da Série B, o Santos vive situação complicada na Série A, onde ocupa o 16º lugar com 24 pontos, a apenas um da zona de rebaixamento.

Por último, Luxemburgo ainda fez outra revelação: o desejo que tem de poder implementar um treinamento “tipicamente brasileiro” em seu trabalho.

“Meu objetivo é montar uma estrutura minha onde compartilho o meu conhecimento. A minha ideia é fazer cursos de técnico para brasileiros dentro da nossa cultura, da nossa essência, ensinar para essas pessoas a fazer um treinamento desde os oito anos até a categoria profissional, mostrar para eles como é que se forma um jogador”, finalizou.

Fonte: ESPN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui