Mais da metade dos clubes brasileiros tiveram treinadores infectados pelo coronavírus

0
160

A pandemia do coronavírus, claro, não poupou o futebol. Com as principais competições acontecendo normalmente, os clubes brasileiros têm sofrido com surtos em seus elencos que, consequentemente atingem boa parte dos treinadores.

Até o momento, 12 clubes da Série A do Brasileirão tiveram treinadores testando positivo para Covid-19. O último deles foi Eduardo Barroca, que acabou de assumir o Botafogo, mas precisará adiar sua estreia no clube de General Severiano, pois foi infectado pelo coronavírus.

O primeiro técnico do Brasileirão diagnosticado com o coronavírus foi Vanderlei Luxemburgo que testou positivo para Covid-19 no dia 4 de junho, quando ainda comandava o Palmeiras.

Além de Barroca no Botafogo e Luxemburgo, à época no Palmeiras, Abel Braga (Internacional), Jorge Sampaoli (Atlético-MG), Rodrigo Santana (Coritiba), Mano Menezes (Bahia), Ricardo Sá Pinto (Vasco), Jair Ventura (Sport), Cuca (Santos), além de Domenec Torrent (na época no Flamengo), Dorival Jr (na época no Athletico-PR) e Thiago Larghi (na época no Goiás) foram os treinadores da Série A que em algum momento também foram infectados.

De todos esses, ainda estão em recuperação Mano Menezes, Ricardo Sá Pinto e Abel Braga. O Caso mais grave acabou sendo do técnico santista, Cuca, que por ser cardiopata precisou de maiores cuidados, chegou a ser internado no Hospital Sírio-Libanês, teve algumas dificuldades para respirar em determinado momento, foi transferido para unidade semi-intensiva, mas se recuperou bem e, depois de uma um período maior que o normal, já retornou ao comando do Peixe.

Fonte: Blog Terceiro Tempo

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui