Milton Neves: “ Santos, Flamengo e Botafogo tem unanimidade sobre seus maiores craques”

0
49
Brazilian footballers Pele and Garrincha, 2nd February 1968. (Photo by Pictorial Parade/Archive Photos/Getty Images)

Dos clubes brasileiros, apenas três deles têm jogadores que são unanimidades como seus maiores craques.

E ser maior craque não quer dizer maior ídolo, embora as duas coisas possam acontecer com o mesmo jogador.

Falando do ponto de vista técnico, somente Santos, Flamengo e Botafogo tiveram craques indiscutíveis. Respectivamente, Pelé, Zico e Garrincha.

Ah, mas e o Rogério Ceni no São Paulo?

Lembrem-se, estou analisando o aspecto técnico, e aí a discussão pode englobar aquele que considero o melhor (Roberto Dias) e outros, como Pedro Rocha, Raí e o próprio Rogério Ceni.

Não discuto a questão de Ceni como maior ídolo do Tricolor Paulista, entendam!

Exemplo parecido acontece com outro tricolor, o Grêmio, com Renato Gaúcho e Ronaldinho Gaúcho.

Tecnicamente Ronaldinho foi melhor, mas Renato o maior ídolo, mas há margem para discussão, afinal o Grêmio ainda contou com o “Pelé da defesa”, Airton Pavilhão, que só não fez mais sucesso porque não jogou no eixo Rio-São Paulo.

No Corinthians, há uma “pulverização” de craques bem grande.

Cláudio Cristóvam de Pinho, Luizinho “Pequeno Polegar”, Rivellino, Sócrates, Marcelinho Carioca e até Ronaldo Fenômeno, apesar da breve (mas marcante passagem).

No Galo Mais Lindo do Mundo, até acho que Reinaldo tem lugar garantido como primeiro colocado, mas o “Bruxo” Ronaldinho Gaúcho também jogou lá, assim como o necessário Toninho Cerezo e o intrépido Éder Aleixo.

Também penso assim em relação ao Inter, com Falcão no topo, mas o birrento e ótimo D´Alessandro ganhou espaço nesta disputa, assim como Fernandão, que nos deixou tão cedo.

A torcida do Coxa também pode ficar dividida entre o saudoso Dirceu Krüger e o espetacular Alex, ambos meio-campistas de primeira grandeza.

No Cruzeiro, “briga de cachorro grande”, entre Tostão e Dirceu Lopes.

No Vasco, Roberto Dinamite e Romário…

No Palmeiras, outra disputa “cabeça a cabeça”, entre Ademir da Guia e Marcos.

No Bahia, quase todos apontam o genial Bobô como maior craque, mas não podemos esquecer de Carlito, o maior artilheiro do Tricolor da Boa Terra e outro goleador implacável, o querido Douglas.

Ainda no Nordeste, pelo Santa Cruz, dois artilheiros que marcaram época com a camisa cobra-coral, que deixavam os defensores adversários de pernas bambas: Ramon e Nunes.

E por aí vai, há outros exemplos que certamente vocês poderão lembrar nos comentários…

Claro, cada um tem sua opinião para o melhor craque do seu ou de outros times, óbvio!

Não tenho a pretensão de ser o dono da verdade.

Mas, em relação a Santos/Pelé, Flamengo/Zico e Botafogo/Garrincha, não há o que discutir, não é mesmo? .

Fonte: Blog Milton Neves – UOL

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui