Morre de COVID-19 Paulo Stein, narrador do jogo que pôs fim à fila de títulos do Botafogo

0
203

Paulo Stein e a Rede Manchete foram uma excelente alternativa para as transmissões esportivas., entre 1983 e 1999. Para os paulistas, era também a única opção de se assistir ao Campeonato Carioca todos os sábados, em São Paulo, na segunda metade da década de 1980. Não havia bordões inesquecíveis, mas narração precisa. Foi ele, por exemplo, quem narrou o fim da fila do Botafogo. “Goool! Do Bo-ta-fooo-go!” “Bo-ta-fogo campeão! In-vic-to!”

A maioria assistiu a Galvão Bueno, na Globo, mas havia um público cativo para as transmissões com Paulo Stein, João Saldanha, Márcio Guedes, Alberto Léo, Paulo César Andrade…

Tive a honra de trabalhar com Stein na ESPN, já não tanto como o narrador preciso que foi, mas principalmente como âncora da segunda edição do Bate Bola. Entrava com o noticiário e comentários do Rio de Janeiro. Com notícia e com alegria. 

Stein tinha esta característica: amava o que fazia. A convivência não foi maior porque ele estava no Rio e eu em São Paulo. Mas era um cavalheiro. Mais do que isto, é um pedaço da história da televisão brasileira, em coberturas com Saldanha e Zagallo simultaneamente como comentaristas ao seu lado.

A Rede Manchete teve menos de duas décadas de vida, mas deixou lembranças para muita gente que a acompanhou nos anos 1980 e 1990. Paulo Stein também. 

Um pecado a covid tê-lo levado tão cedo, com apenas 73 anos de idade. 

Tristeza!

Fonte: Blog do PVC – ge

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui