Nome de Freeland divide opiniões no Botafogo; dirigente confia em trabalho de Barroca

0
120
Freeland

Durcesio Mello tem um início de trabalho nada tranquilo no Botafogo. Com o time prestes a ser rebaixado para a Série B, o presidente busca alternativas para repor as receitas e corre para estruturar o clube da forma profissional que sempre prometeu. O fervor interno ganhou novo capítulo com a contratação de Eduardo Freeland, nome que dividiu opiniões em General Severiano.

O novo diretor de futebol, velho conhecido do Botafogo, foi consultado ainda na primeira semana de janeiro, quando começou a negociar com Durcesio. Como ainda acompanhava o Flamengo na Copa do Brasil Sub-17, o profissional só fechou com o clube alvinegro na última quinta-feira, um dia após a eliminação do time rubro-negro na competição de base.

Com a confiança do presidente, Freeland é visto internamente como um elemento importante para o movimento de renovação que a nova diretoria pretende. O passado vitorioso na base alvinegra é um ponto que pesa a favor do diretor. No Botafogo, o profissional já foi treinador, coordenador e gerente da base. Em 2016, era o diretor do título brasileiro sub-20.

Por outro lado, algumas pessoas veem a contratação como uma aposta em momento que o clube não pode perder tempo. A falta de experiência e bagagem no futebol profissional desagrada. Além disso, a ligação que Freeland tem com membros do antigo Comitê de Futebol é vista com maus olhos. Antes de selar a contratação do diretor, Durcesio ouviu as divergências e chegou a ser cobrado.

Com a missão de organizar o departamento de futebol e planejar a temporada 2021, Eduardo Freeland vai trabalhar sob pressão para ajudar o presidente a acalmar o ambiente interno e evitar que um “racha” prejudique o início de governança da nova direção.

Técnico ganha força

A parceria de sucesso de Freeland e Eduardo Barroca na base do Botafogo pode ser um elemento positivo para o trabalho do técnico agora no profissional alvinegro. Com a iminente queda para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro, o diretor de futebol definirá o futuro do comandante nas próximas semanas.

A tendência é pela continuidade do trabalho, discurso já defendido inúmeras vezes pelo presidente Durcesio, que chegou a dizer em entrevista, que gostaria de manter o treinador por quatro anos.

A confiança do novo diretor pode dar tranquilidade a Barroca nas sete partidas finais para buscar o padrão de jogo que o Botafogo perdeu ao longo do ano e também pensar nas peças que poderão ajudar o time na próxima temporada. O treinador sabe, porém, que sem os resultados sua permanência está ameaçada.

Barroca trabalhou com Freeland nas categorias de base do Botafogo em 2016 e 2017. Após a conquista histórica do Brasileirão Sub-20 em 2016, o diretor foi para o Cruzeiro no ano seguinte, onde também conquistou o campeonato nacional da categoria. Já o treinador deixou o clube carioca em 2018 para assumir o sub-20 do Corinthians, voltando ao Bota em 2019 para sua primeira experiência como técnico profissional.

VITORIOSO NAS CATEGORIAS DE BASE POR ONDE PASSOU, CLIQUE E CONHEÇA MAIS SOBRE O NOVO DIRETOR DE FUTEBOL | DEIXE SEU LIKE | SE INSCREVA NO CANAL

Fonte: GE


FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui