Novo diretor do Botafogo diz que vai avaliar futuro de Barroca e Lustosa. Confira apresentação

0
87

Apresentado como novo diretor de futebol do Botafogo, Eduardo Freeland indicou que chega a General Severiano tendo como uma das missões mais urgentes fazer diagnósticos da pasta para o planejamento para a próxima temporada. O novo dirigente afirmou que o futuro do gerente de futebol Tulio Lustosa e do técnico Eduardo Barroca ainda serão avaliados: “Ninguém está garantido e ninguém está fora”.

No decorrer da coletiva, as palavras “profissionalização” e “responsabilidade” foram algumas das mais usadas por Freeland, que pregou cautela na reavaliação do elenco…

“Fundamentalmente, se a gente trata de profissionalismo, faremos um diagnóstico. Estou chegando hoje e precisamos nos aprofundar para que tenhamos mais acertos possíveis. A prioridade vai ser avaliar equipe, avaliar elenco, para começar a ter ações que precisam ser imediatas para que possamos fazer o melhor e mais rápido para a temporada que está por vir. Sobre o Barroca, entra nessa estrutura. Quero conversar com o treinador, mas também avaliar todo esse contexto de forma profissional, pensando sempre no melhor para o Botafogo, de forma criteriosa, para que tenhamos o maior nível de acertos”, disse ele, que completou:

“A questão do Tulio se apresenta no mesmo cenário do Barroca. Conversas e avaliações serão feitas. Ninguém está garantido e ninguém está fora. Vamos buscar avaliar no menor tempo possível para entender o que se pode entregar. Os profissionais que a gente entender que fazem sentido permanecer, permanecerão. No que julgarmos necessário, faremos uma reformulação”.

Na lanterna do Campeonato Brasileiro e uma queda à Série B iminente, o Alvinegro deve sofrer um grande impacto financeiro, o que, segundo o novo diretor de futebol, obrigará o clube a estudar possibilidade que tenham o melhor custo-benefício.

“Fundamentalmente, vamos ter de ser responsáveis. Isso significa buscar no mercado o melho custo-benefício para que se consiga montar o melhor elenco possível, e potencializar os atletas de base. Mas sempre com responsabilidade nas nossas atitudes, pensando no projeto de médio e longo prazo. Vemos o quanto que a torcida precisa sentir confiança no elenco e faremos isso com responsabilidade”, garantiu…. –

Ainda sobre essa montagem, Freeland citou uma corrida contra o tempo, mas salientando que a cúpula adotara critérios bem definidos para os próximos passos do futebol do Glorioso.

“Nossa intenção é correr contra o tempo, mas, acima de tudo, ter critérios muito claros para tomarmos as decisões. Vamos avaliar, não temos como tomar decisão no primeiro ou segundo dia. Temos de estar muito atentos e vamos buscar minimizar erros no tempo curto para uma montagem de elenco e reestruturação funcional para toda a temporada 2021”.

Veja outros tópicos da coletiva de Freeland:

Reformulação do elenco:

“A nossa intenção é avaliar todos os cenários. Os primeiros dias servem para avaliarmos tudo que está acontecendo dentro do clube, os motivos que fazem com que a equipe não performe. Primeiro o diagnóstico para que depois a gente pense em replanejar o elenco e nossos próximos passos”…. –

Observação inicial

“A nossa intenção é avaliar todos os cenários. Os primeiros dias servem para avaliarmos tudo que está acontecendo dentro do clube, os motivos que fazem com que a equipe não performe. Primeiro o diagnóstico para que depois a gente pense em replanejar o elenco e nossos próximos passos”…. –

Gatito e Kalou

“A gente entende a expectativa da torcida, mas temos que saber em que momento estamos. Obviamente eu já acompanhava os jogos e sabemos de situações mais urgentes. Vamos conversar com todas as partes para tomarmos as melhores decisões com todos que estão envolvidos no processo”.

Motivação para ao Botafogo

“Sem dúvida que a seriedade do Presidente foi um propulsor. Já nos conhecemos de algum tempo de forma mais distanciada, mas a pessoa e o profissional que é me seduziu muito para fazer parte desse processo. Participar dessa reestruturação de um clube tão grande me motiva. Hoje estou mais preparado e entendo que o momento é ideal para fazer essa transição ao futebol profissional. Um caminho de profissionalismo é o que o Botafogo está tomando agora”…. –

Maior utilização da base

“Nosso foco vai ser em resultados em todos os níveis. Quando um jogador chega ao profissional é um resultado importante. Teremos que ter muita responsabilidade para entendermos o quanto vão suportar atuar no futebol profissional. Venho da base, gosto muito do trabalho e sei que estão sedentos por oportunidades”.

Perfil das contratações

“Fundamentalmente, buscaremos atletas que queiram participar dessa reconstrução. Precisamos de atletas que entendam essa realidade e que estejam sedentos para recolocar o Botafogo na elite. Queremos ter os melhores jogadores possíveis dentro das possibilidades do clube”…. –

Folha salarial

“Essa primeira semana será importante para entendermos toda a situação. Vou passar a conhecer melhor todas as questões contratuais para entender o que teremos”.

Caminho profissional

“O processo de profissionalismo depende de processos e pessoas. Entendo que precisamos potencializar as área para a entrega de performance no futebol. Junto a isso estão os critérios claros para tomadas de decisões em cada área”.

Elogios do presidente Durcesio

“Dentro do processo de profissionalização e modernização do Botafogo tenho grande satisfação de anunciar a chegada de Eduardo Freeland. Processo este que começou com a chegada de Altamiro Botino no começo do mês. Esse é o Botafogo que queremos montar, com profissionalismo. Conheço o Freeland de muito tempo e estou muito satisfeito e honrado por tê-lo nesta gestão de quatro anos. Ele terá total autonomia no Departamento de Futebol, irá traçar o nosso rumo, de um Botafogo vencedor que queremos”, disse o presidente Durcesio Mello.

“Começamos a dar a cara que queremos”, diz vice.

“Acho que o Presidente já externou a importância da contratação do Freeland e do Altamiro. Começamos a dar uma cara ao Departamento de Futebol que tanto queremos, com profissionalização. Acho que esse processo todo é de mudança de cultura interna do Botafogo. Realizar isso não é fácil e todo esse processo chega para superarmos esse momento difícil e, mais que isso, que não volte a acontecer no clube. Estamos muito esperançosos e confiantes para que possamos dar uma guinada no futebol do Botafogo”, afirmou o vice-presidente Vinicius Assumpção.

Fonte: UOL

COMO FOI A ENTREVISTA COLETIVA DE EDUARDO FREELAND | CLIQUE, ASSISTA E SE INSCREVA.

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui