Ofensividade, confiança de Enderson e experiência: conheça Carlinhos, novo jogador do Botafogo

0
160

Enquanto está na busca do lateral-direito Rafael, o Botafogo anunciou um reforço justamente para o setor, mas no lado esquerdo: trata-se de Carlinhos, de 34 anos, que assinou por empréstimo até o fim da Série B do Brasileirão junto ao Fortaleza.

Antes finalizada com a chegada de Jonathan Silva, a lateral-esquerda voltou a ser uma procura por parte do Botafogo após a lesão de Hugo, que deve ficar fora de toda a Série B por uma lesão na clavícula. O Alvinegro agiu rápido e buscou um nome de confiança de Enderson Moreira.

Os dois já trabalharam juntos no América-MG e no próprio Fortaleza, último clube do treinador. Um dos melhores momentos do lateral no Leão foi, justamente, sob o comando do atual técnico do Alvinegro. Sem espaço com Juan Pablo Vojvoda, a equipe cearense aceitou emprestá-lo.

O atleta é marcado justamente pela participação nas jogadas de ataque – algo que combina com o estilo do Botafogo de Enderson, que tem o lateral-esquerdo avançando -, mas, até pela idade avançada, já não vive os melhores momentos dentro de campo.

– Carlinhos é um lateral que teve bons momentos, mas nessa temporada acabou oscilando. Ele falha em alguns aspectos defensivos, é um jogador de baixa estatura, então na bola aérea e nos lançamentos acaba pecando. Já tem uma certa idade, então fica um pouco para trás no aspecto físico. Mas não é um jogador ruim, teve bons momentos no Fortaleza, sobretudo em 2019 com o Rogério Ceni. Foi bem utilizado, mas não tem jogado tanto com o Vojvoda. Tem boa capacidade de cruzamento quando chega à frente, mas peca nesse aspecto defensivo – explicou André Almeida, jornalista do “Diário do Nordeste”, ao LANCE!.

Talvez a intensidade colocada pelo treinador argentino, que pede para os alas cobrirem os espaços nas laterais do campo a todo o instante, tenha sido uma das principais justificativas para a queda de rendimento de Carlinhos no Leão. Na temporada 2021, tem apenas 18 jogos. Com Enderson, porém, sempre foi um jogador de confiança.

– Ele chegou no Fortaleza em 2019, o treinador já era o Rogério Ceni, muito pela questão da experiência. Muitas vezes era titular, era um cara que o Rogério gostava muito. O Enderson também gostava muito dele, já tinha trabalhado com ele no América-MG, tem a confiança dele. Com Vojvoda ele perdeu espaço porque não encaixou no modelo de jogo – afirmou Afonso Ribeiro, setorista do Fortaleza no “Jornal O Povo”.

Com 1,67m de altura, a baixa estatura acaba atrapalhando nas bolas cobertas. A experiência e confiança de ter trabalhado com Enderson Moreira em dois ambientes diferentes são os pontos positivos que envolvem o lateral.

– Ele tem a capacidade, dependendo de como seja o modelo da equipe, apoiar na construção pelo lado esquerdo, é um dos pontos principais dele. Mas tem a questão de que acabava falhando no aspecto defensivo. Ele tem experiência na Série B, então acho que para o Botafogo pode agregar sim – completou André.

No último Brasileirão, Carlinhos, em 27 jogos disputados – 19 como titular – teve 23.7 passes certos por jogo (80% de acerto), 24% de aproveitamento nos cruzamentos, 1 interceptação, 1 desarme e 1.7 cortes dados por partida. Os dados são do “SofaScore”.

Fonte: Terra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui