Pacotão de reforços ‘patina’, e Botafogo vê poucas caras novas no time

0
161

O pacotão de reforços do Botafogo para a temporada tem frustrado a torcida até agora. Dos 12 contratados em 2020, apenas dois nomes assumiram a titularidade e tem agradado: Pedro Raul e Bruno Nazário.

Os laterais Barrandeguy e Danilo Barcelos também têm recebido oportunidades no time titular, mas ainda não dão confiança. O uruguaio, inclusive, foi barrado para o clássico contra o Flamengo.

Outro caso curioso é o de Thiaguinho. O volante iniciou a temporada como titular e fez bons jogos, mas caiu de produção. Com a demissão de Alberto Valentim e a chegada de Paulo Autuori, perdeu espaço e foi devolvido ao Corinthians, dono dos direitos econômicos.

Guilherme Santos também iniciou a temporada como titular, mas viu Danilo Barcelos ser contratado durante a pré-temporada e assumir a titularidade após alguns treinamentos. Tudo indica que os dois deverão oscilar entre time principal e banco de reservas ao longo de 2020.

Já WarleyLuiz Otávio e Ruan Renato foram contratados para compor o elenco e deverão ter algumas oportunidades ao longo da temporada. Situação semelhante vive o jovem peruano Lecaros. Ele foi o único a ainda não estrear e cria expectativa na torcida.

O pacotão do Botafogo ainda conta com nomes que devem assumir a titularidade em algum momento. É o caso de Gabriel Cortez, que tem ganhado ritmo de jogo a cada partida.

Por fim, o Alvinegro confia muito em Keisuke Honda. O japonês deve fazer sua estreia nesta terça-feira contra o Paraná, pela Copa do Brasil, no Nilton Santos. O jogador, porém, não treinou no último domingo por conta de uma febre e pode virar desfalque.

Isso sem contar com Yaya Touré, que está na iminência de ser anunciado pelo Botafogo. Ele seria o 13º jogador contratado para a temporada e chegaria com status de titular absoluto.

Fonte: UOL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui