Pedro Castro é o melhor entre os reforços e lidera média de atuações do Botafogo

0
41

Passado o Campeonato Carioca e a Copa do Brasil, resta ao Botafogo a principal das missões na temporada: subir para a primeira divisão. Após quase três meses, Marcelo Chamusca já consegue ver quais jogadores se destacaram e, dos reforços, quais se encaixaram melhor. Para ajudar a visualizar como foi essa primeira parte da temporada, o ge fez a média de todas as atuações do clube e chegou a uma conclusão que muitos já sabiam: o destaque é Pedro Castro.

Para a conta, consideramos os jogadores que receberam nota em pelo menos 40% das 17 partidas da temporada até aqui. Entre os 11 com melhor média estão cinco reforços e seis com passagens pelas divisões de base do clube. O único jogador avaliado que estava no Bota na temporada passada, mas não foi revelado é Warley, que ganhou espaço na lateral direita nos últimos jogos. 

Com média de 6,25, Pedro Castro foi o melhor jogador do Botafogo na primeira parte da temporada — Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Com média de 6,25, Pedro Castro foi o melhor jogador do Botafogo na primeira parte da temporada — Foto: Thiago Ribeiro/AGIF 

As notas, porém, não são altas. Apenas Pedro Castro ficou com uma média superior a 6. A melhor nota dele foi um 7,5, na goleada diante do Macaé pela última rodada da Taça Guanabara. Na outra ponta, Ricardinho teve média de 4,86, e foi o único dos avaliados abaixo da nota 5. Os outros 16 jogadores tiveram a média entre 5 e 5,99.

Nos 17 jogos do Botafogo, a melhor nota em uma partida foi de Warley, na goleada por 5 a 0 contra o Moto Club, quando marcou um gol, deu uma assistência e recebeu nota 8. Por outro lado, a menor avaliação foi para Marcelo Benevenuto (hoje no Fortaleza) na derrota por 2 a 0 para o Flamengo, quando o zagueiro foi o pior na partida e saiu do Nilton Santos com um 3.

Raio-x dos reforços

Os reforços merecem uma avaliação especial. Ao todo, o Botafogo contratou 12 jogadores até o momento, e a expectativa é de que pelo menos mais cinco cheguem para a disputa da Série B. Veja como estão os atletas contratados após os 17 jogos da primeira parte da temporada:

Pedro Castro ⭐⭐⭐⭐⭐

Até aqui, Pedro Castro é a principal contratação do Botafogo. Nos oito jogos em que atuou manteve regularidade e ajudou a organizar o meio-campo alvinegro. Além disso, aparece como elemento surpresa no ataque e já marcou três golaços na temporada. 

  • Jogos: 8
  • Média: 6,25

Douglas Borges ⭐⭐⭐⭐

Com Gatito e Cavalieri lesionados, o goleiro assumiu a titularidade logo no início da temporada, virou a principal opção para a meta alvinegra e não sentiu o peso. Sofreu 11 gols em 16 jogos e é uma das principais contratações do Botafogo. 

  • Jogos: 16
  • Média: 5,66
Douglas Borges assumiu a titularidade do Botafogo na segunda partida e não saiu mais do gol — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Douglas Borges assumiu a titularidade do Botafogo na segunda partida e não saiu mais do gol — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Gilvan ⭐⭐⭐

O zagueiro de 31 anos ainda disputa a titularidade na defesa alvinegra e participou de nove jogos até o momento. Gilvan acrescentou experiência e confiança ao setor defensivo e apareceu bem como na bola aérea ofensiva, com dois gols importantes na temporada. Levou o Botafogo duas vezes para a decisão nos pênaltis, mas não viu o time vencer em ambas as ocasiões: ABC, pela Copa do Brasil, e Vasco, pela Taça Rio. 

  • Jogos: 8
  • Média: 5,69

Ronald ⭐⭐⭐

Vindo do Botafogo-SP, o atacante ainda não conseguiu marcar pela equipe carioca. Ronald se machucou no início do jogo contra o Moto Club e ficou um tempo afastado. Tem exibido evolução e recebeu a melhor nota na última partida contra o Vasco. 

  • Jogos: 13
  • Média: 5,42

Marco Antonio ⭐⭐⭐

A estreia contra o Nova Iguaçu do jogador vindo do Bahia foi a melhor apresentação dele na temporada. Ao longo das partidas seguintes não conseguiu exibir o mesmo futebol, mas alterna entre partidas boas e ruins. 

  • Jogos: 11
  • Média: 5,41
Marco Antônio comemora o gol marcado na estreia pelo Botafogo — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Marco Antônio comemora o gol marcado na estreia pelo Botafogo — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Jonathan ⭐⭐⭐

Com 14 jogos, o lateral-direito é hoje a única opção para o setor e consegue cumprir bem seu papel no time. Com características mais defensivas, Jonathan ainda precisa se mostrar mais no ataque, mas já conseguiu aumentar o nível em relação à ultima temporada. 

  • Jogos: 14
  • Média: 5,32

Matheus Frizzo ⭐⭐⭐

O meio-campista começou bem a temporada pelo Botafogo, mostrando ser um jogador de bom passe e mobilidade, mas caiu de rendimento junto com o time. Tem 14 jogos e um gol. 

  • Jogos: 14
  • Média: 5,25

Joel Carli ⭐⭐⭐

Apesar de não ter entrado em campo ainda nesta temporada, Joel Carli é elemento importante no elenco do Botafogo. Aos 34 anos, o xerife é referência para os companheiros e boa opção de experiência para o técnico Marcelo Chamusca. Pelo histórico no clube, a avaliação é positiva. 

Felipe Ferreira ⭐⭐

Ainda não conseguiu mostrar ao que veio. Teve apenas um jogo de destaque – o empate em 2 a 2 com o Volta Redonda. Tem jogado mais como ponta do que como meia, o que interfere na sua atuação dentro de campo. 

  • Jogos: 12
  • Média: 5,04
Felipe Ferreira comemora um dos gols marcados pelo Botafogo no empate com o Volta Redonda — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Felipe Ferreira comemora um dos gols marcados pelo Botafogo no empate com o Volta Redonda — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Marcinho ⭐⭐

Criticado pela torcida, o atacante não tem tido boas apresentações até aqui. Vinha bem no segundo jogo da semifinal da Taça Rio, quando deu uma assistência para o gol de Pedro Castro um minuto após entrar, mas foi expulso e quase comprometeu a equipe. Conta com o apreço de Chamusca, mas tem perdido espaço. 

  • Jogos: 14
  • Média: 5,04

Ricardinho ⭐⭐

Aos 35 anos, Ricardinho não tem o mesmo ritmo de outrora e ainda busca se encontrar no Botafogo. Jogou fora da posição em algumas oportunidades e não se encaixou, mas acrescenta com experiência e bom toque na bola. 

  • Jogos: 7
  • Média: 4,86

Rafael Carioca ⭐

Entre os 12 reforços, Rafael Carioca é o que está mais longe de se firmar. Com duas apresentações ruins logo após ser contratado, o lateral-esquerdo teve nova chance no segundo tempo do jogo contra o Vasco, no último sábado. 

  • Jogos: 3
  • Média: 4,33

Ainda sem ter a certeza de quais reforços estarão em campo, o Botafogo irá estrear na Série B na próxima sexta-feira, às 21h30 (de Brasília), contra o Vila Nova em Goiânia.

Fonte: ge

SE INSCREVA NO CANAL E VENHA PARTICIPAR AO VIVO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui