Por atraso no pagamento, justiça determina exclusão do Botafogo do Ato Trabalhista

0
42

Por atraso no pagamento, a justiça excluiu o Botafogo do Ato Trabalhista. A decisão foi dada nesta sexta-feira pelo desembargador Jorge Fernando Gonçalves da Fonte, do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região. O clube não pagou as parcelas dos meses de abril, maio, junho e julho de 2020. O valor da dívida ultrapassa os R$ 7 milhões. Com a exclusão, quase R$ 100 milhões em dívidas deixam de ser pagas e podem gerar novos processos ao clube. A informação foi dada inicialmente pelo site “Esporte News Mundo”.

Foto: Vitor Silva/Botafogo

O desembargador usou também na decisão o não pagamento de parcelas nos meses no final de 2020 e no início de 2021. Segundo o tribunal, o Botafogo teria que propor novo acordo para organizar essas dívidas trabalhistas. O Botafogo informou que vai recorrer da decisão. O clube discorda e vai levar a discussão à instância superior. Segundo o clube, o presidente do TRT suspendeu na época o pagamento. O Ato atual iria até 2024, com parcelas mensais de cerca de R$ 1,8 milhão.

Fonte: Tupi

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui