Promessômetro do Botafogo: o que Nelson Mufarrej deixou no meio do caminho

0
38

Patrocínio

  • O que Mufarrej disse?

25/11/2017 – Vamos trazer receitas. Presidente Carlos Eduardo esteve em Brasília já com a sinalização de que vamos ter o contrato com a Caixa Econômica já acertado para o ano que vem. E vamos para outros empreendimentos e outras atividades que vão gerar dinheiro para poder fazer um grande time. 

  • O que aconteceu?

Fazer um grande time é sempre uma questão relativa, portanto, não é possível levar em consideração nesta frase. Dessa forma, a avaliação é sobre o patrocínio da Caixa. Este foi realmente renovado e estendido até fevereiro de 2019. O governo federal, porém, cortou todos os patrocínios a clubes de futebol após o encerramento do contrato. 

De 2017 para cá, as receitas de patrocínio no futebol só diminuíram no Botafogo. Com base nos balanços que são públicos no site do próprio clube, os ganhos com patrocínio e publicidade no futebol em 2019 (não há números revelados publicamente pelo Botafogo em 2020) são de R$ 9,284 milhões, número que é menos da metade de 2017, quando esteve na Libertadores (R$ 18,843 mi) pela última vez. 

Porém, os patrocínios vieram, mesmo que sendo menos dinheiro do que nos anos anteriores. O caso mais recente foi o da QVE Brasil, que no mesmo dia do anúncio de patrocínio máster para o Botafogo teve o registro do produto que vende cancelado pela Anvisa e suspendeu o patrocínio. 

  • O que diz o presidente?

– Realmente tínhamos a expectativa de que a Caixa continuaria a patrocinar clubes do futebol brasileiro em 2019, até porque o Botafogo apresentou excelentes números de retorno de exposição. 

– É importante ressaltar que reconhecemos as dificuldades, internas e externas, e por isso consideramos importante estarmos assinando contratos novos (além de renovações de patrocínio) mesmo durante a pandemia, que afetou significativamente a economia mundial. Deixarei para o próximo presidente contratos de patrocínio válidos, com vários indo até o final de fevereiro ou dezembro de 2021, o que dará mais estabilidade ao clube no início do próximo mandato. 

– O Botafogo anunciou patrocinadores novos durante o atual Campeonato Brasileiro e acreditamos que veremos mais ainda em 2020, sempre com o objetivo de deixar um legado de entrada de recursos para o clube. 

Botafogo perdeu patrocínio master da Caixa  — Foto: Divulgação

Botafogo perdeu patrocínio master da Caixa — Foto: Divulgação 

ANDANDO

Base

  • O que Mufarrej disse?

24/07/2018 – Vamos cada vez mais fortalecê-la e ter um ganho muito grande para o torcedor botafoguense. 

  • O que aconteceu?

Há mais de uma forma de analisar a promessa do presidente do Botafogo. No aspecto dos resultados na base, o clube não conquistou títulos nos anos de 2018 e 2019 e isso poderia ser considerado como “Promessa quebrada…”. Mas esse não é o único aspecto. 

Resultados da base nos anos de 2018 e 2019:

2018:

  • Carioca Sub-20: Eliminado na semifinal
  • Carioca Sub-17: Eliminado na semifinal
  • Carioca Sub-15: Eliminado na semifinal
  • Copa do Brasil Sub-20: Eliminado na semifinal
  • Copa do Brasil Sub-17: Eliminado na segunda fase
  • Brasileiro Sub-20: Eliminado na primeira fase

2019:

  • Carioca Sub-20: 4º geral
  • Carioca Sub-17: 3º geral
  • Carioca Sub-15: 4º geral
  • Copa do Brasil Sub-20: Não jogou
  • Copa do Brasil Sub-17: Não jogou
  • Brasileiro Sub-20: Eliminado na primeira fase
  • Brasileiro Sub-17: Eliminado na primeira fase

Se formos falar em números, para saber se foi fortalecida tendo mais investimento, não é possível saber exatamente o orçamento destinado para as divisões de base porque o Botafogo não coloca isso no balanço. 

Mas, se levarmos em consideração as vendas de atletas da base e uso deles no time titular, é possível dizer que o ganho para o torcedor foi grande. Além da venda de Luis Henrique nesta temporada (transação mais cara da história do clube), o Botafogo vendeu outros jogadores formados na base para fazer caixa.

Outros oriundos da base são usados no time titular e com frequência entram no profissional em 2020: Caio Alexandre, Kanu, Marcelo, Rhuan, além de outros que compõem o elenco. 

Portanto, considerando todos os aspectos, é possível dizer que a promessa de Mufarrej está “Andando”. 

  • O que diz o presidente?

– Estamos no caminho certo. Hoje temos uma base que trouxe um retorno técnico e financeiro ao Botafogo durante a gestão. Os números expressivos de utilização de jovens oriundos das categorias de base podem comprovar isso. É verdade que deixamos a desejar em títulos, mas precisamos levar em consideração que, por muitas vezes, foi necessário desfalcar a equipes de base para reforçar o nosso time principal. Promovemos 17 atletas ao time profissional. Muitos foram e são até hoje peças importantes para a equipe. 

– Pelo lado financeiro, realizamos negociações extremamente cruciais para a manutenção do Clube, como nos casos, por exemplo, do Matheus Fernandes, Ezequiel e o Luis Henrique, a maior venda da história do Botafogo. Atualmente, estamos com um Sub-20 muito forte, entre os oito melhores do Brasileiro e na semifinal da Taça Rio, e que com certeza vamos brigar por esses títulos. 

– Temos ótimos valores a serem lapidados e estou, alinhado com a gerência da base, através do Tiano Gomes, cuidando das renovações de grande parte de nossas promessas. Antes de sair, tenho como objetivo deixá-los protegidos e com contratos bem amarrados.

Plano de governo

  • O que Mufarrej disse?

24/11/2017 – Procedimento e consolidação da reconstrução do Botafogo. Rígido controle orçamentário, responsabilidade fiscal e gestão transparente. 

  • O que aconteceu?

Por mais que tenha prometido que haveria um rígido controle orçamentário e o Botafogo ter tentado conter os gastos, não foi o suficiente para fazer com que a dívida do clube diminua de tamanho. De acordo com os números, de 2017 a 2019 ela aumentou quase R$ 80 milhões (crescimento de 12,27%). 

É possível constatar esse aumento por causa da gestão transparente do Botafogo. No site oficial do clube, na seção transparência, há informações do balanço e também orçamento dos anos anteriores, de maneira acessível a todos. Portanto, promessa “Andando” porque cumpriu uma parte, mas não outra. 

  • O que diz o presidente?

– A dívida histórica do clube é, de fato, grande. Isso é exposto de forma clara e transparente a todos. Diariamente buscamos soluções para equacioná-las. O projeto da S/A que está em em curso, que iniciamos nesta gestão, vem para buscar uma solução definitiva na questão das dívidas. Este investimento vai possibilitar a reestruturação do Clube. No atual cenário, as penhoras são asfixiantes e nos impedem de desenvolver um plano de gestão de acordo com o que a instituição merece.

PELO CAMINHO

Política de contratações

  • O que Mufarrej disse?

24/11/2017 – É muito importante nós termos os pés no chão para que não venha a ocorrer o que veio ocorrendo no passado, ou seja, empréstimos… É muito fácil eu fazer empréstimos, mas, depois para pagá-los, é um problema muito sério. Vamos continuar na política de contratações com o pé no chão. 

  • O que aconteceu?

Não é possível dizer que a gestão de Nelson Mufarrej continuou com a política de contratações com pé no chão, por mais que tenha tentado começar dessa forma. Isso porque o clube passou diversos meses com os salários atrasados. Hoje, o Botafogo está em dia com o elenco por causa de uma decisão judicial entre Sindeclubes e o Bota, mas a folha salarial gira em torno de R$ 3,5 milhões, valor R$ 1,32 mi acima do previsto no orçamento para 2020. 

  • O que diz o presidente?

– Não é correto afirmar que não continuamos com a política de pés no chão. Isso é condição sine qua non (indispensável, essencial). Continuamos sim. Há um rígido processo de controle interno de gastos, com uma série de limitações frente as dificuldades orçamentárias devido à incidência de penhoras e necessidade de pagamento de dívidas. O Botafogo tem uma das menores folhas salariais entre os grandes clubes do futebol brasileiro. Isso é público e notório. O trabalho é conduzido com muita seriedade.

AINDA FALTA

CT

  • O que Mufarrej disse?

07/09/2017 – Planos vão acontecendo. Primeiro tem que administrar o que aconteceu. Administrar bem o CT, levar os profissionais e a base para lá se ocorrer a compra. Está no finalzinho, mas só acredito quando assinado. Se a gente conseguir manter como o Botafogo está, só crescendo e trazendo cada vez mais satisfação à sua torcida, é o melhor plano de governo que existe. O torcedor andando na rua com orgulho de vestir a camisa do clube. Ele pode discutir futebol e não ficar como estava, reprimido, com vergonha. Lamentavelmente se chegou a esse ponto. 

07/09/2017 – Qualquer acréscimo já está incluído ali, não passa de R$ 25 milhões. 

18/01/2019 – Nós estamos fazendo os campos, já estão sendo demolidos alguns lugares necessários para os seis campos – serão cinco normais e um artificial. Acredito que a parte dos campos estará pronta em junho ou julho. Temos ainda os alojamentos. Talvez, na parada do Campeonato Brasileiro, faremos uma segunda pré-temporada lá. Ou então a base estará lá. 

Folder de campanha – Com o CT Integrado o Botafogo terá um salto de qualidade enorme na formação de seus atletas. Já estamos planejando as principais ações para o início da operação do CT, objetivando otimizar e dinamizar a preparação física, os treinamentos e a ascensão dos atletas.

  • O que aconteceu?

Por mais que pese os conhecidos problemas financeiros do clube, o Botafogo não conseguiu transferir nenhuma parte da estrutura do futebol para o Espaço Lonier e teve dificuldade até mesmo para quitar as parcelas do imóvel aos irmãos Moreira Salles. Internamente há pessimismo sobre a conclusão do CT. Por outro lado, o investimento na aquisição do terreno realmente não passou dos R$ 25 mi que Mufarrej tinha dito. 

Em entrevista recente, Carlos Augusto Montenegro revelou que há uma proposta para devolução do terreno aos irmãos Moreira Salles, que emprestariam o espaço para uso do Botafogo depois de concluírem as obras. 

  • O que diz o presidente?

– É fato que não conseguimos dar andamento ao projeto do CT da forma que gostaríamos. As dificuldades são grandes e esse otimismo que eu tinha quando dei essas declarações não foi confirmado. O contrato celebrado, de R$ 25 milhões, refere-se na maior parte à aquisição do terreno e regularizações. O saldo restante foi utilizado na construção dos três campos iniciais. 

– A terraplanagem foi concluída em março, para em seguida a colação de areia e irrigação. No momento, esses campos em construção seguem em obras com os recursos remanescentes. O plantio da grama foi iniciado e, em breve, estarão prontos. Há caminhos sendo discutidos para uma solução definitiva do CT, cuja continuidade ficará a cargo da próxima administração. 

Fonte: ge

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui