Quando a superioridade numérica não significa domínio

0
55

Ontem Bruno Lazaroni conheceu a sua primeira derrota a frente do clube. Uma derrota bastante indigesta. Afinal, contra um time que se encontra no meio da tabela, com atuações bastante irregulares e muitos desfalques, o Botafogo poderia ter tido um melhor aproveitamento dentro de campo.

Contudo, o que vimos sobretudo no segundo tempo fora um clube que permitiu o Grêmio ditar o ritmo do jogo. Além disso, tivemos pouca efetividade e sequer oferecemos perigo ao gol de Vanderlei. Para piorar, desde os dez minutos do segundo tempo estávamos com um jogador a mais. Essa superioridade numérica não refletiu um domínio dentro das quatro linhas.

Cícero que outrora estava treinando separado e Lecarlos que estava sumido do clube, apareceram. Confesso que não entendi como um jogador (caso de Cícero) que estava fora dos planos e treinando separado, já em tão pouco tempo entra no time para jogar uma partida contra um rival importante. E o tão falado ritmo de jogo? É conveniente esse discurso? Acredito que tal situação mostra bastante da falta de planejamento do clube somado a um elenco bastante limitado.

Para melhorar o repertório visto, durante boa parte do segundo tempo estávamos sem um jogador veloz que pudesse desestabilizar o sistema defensivo bem postado do clube. Ao sacar Rhuan e entrar com Kalou, o clube perdeu bastante em velocidade. Que falta faz Luis Henrique! O time ganhou em toque de bola. Mas, esse toque de bola fora pouco efetivo. Não chegamos a oferecer perigo. Os chutes que foram arriscados sobretudo por Honda, passaram longe…

Em texto anterior eu frisava a necessidade de estarmos com os pés no chão. E reitero. É preciso estarmos cautelosos. O Botafogo sempre nos surpreende. O próximo jogo é bastante decisivo. É contra um rival que luta contra o rebaixamento e dentro de casa. Os três pontos são extremamente necessários para nos afastarmos desta briga por baixo. A vitória ajudará no moral dos jogadores e na (importante) tranquilidade e respaldo ao Bruno Lazaroni. É preciso pensar alto.

A superioridade numérica precisa estar aliada ao domínio. Mas, para além disso, precisa significar eficiência e sabedoria para vencer os jogos. E faltou nesse último. Como faltou…



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui