Quem se salva no desastre? Apesar de ano trágico, Botafogo tem pontos positivos

0
44

É difícil encontrar um botafoguense que não critique o planejamento do Botafogo para esta temporada. As muitas contratações (25), o grande número de jogadores utilizados (57) e a quase constante troca de técnicos na temporada escancaram as decisões tomadas no calor do momento que levaram o clube para a Série B em 2021. Mas, quase que por ironia do destino, as coincidências que unem o início e o fim da temporada podem amenizar o desastre. 

Os principais nomes do Botafogo em 2020 estavam em campo na estreia do Campeonato Carioca, contra o Volta Redonda, fora de casa. Enquanto parte do elenco realizava a pré-temporada no Espírito Santo, ainda com Alberto Valentim no comando, Bruno Lazaroni escalava um time reserva nas duas primeiras rodadas da Taça Guanabara. 

Entre os titulares daquela equipe estavam Kanu e Caio Alexandre. Os dois se consolidaram na equipe profissional e são os poucos que se salvam ao fim da temporada. Podem ser considerados os principais jogadores do Botafogo em 2020.

ge elenca nomes que saem como notícias positivas da temporada trágica do Botafogo. Foram os meninos da base que ganharam a confiança do clube no momento mais crítico da temporada, a reta final rumo ao rebaixamento, enquanto os atletas mais experientes foram deixados de lado.

Kanu

O zagueiro chegou a ficar perto de sair em janeiro, quando recebeu proposta do Cruz Azul. Os mexicanos, porém, não aceitaram as condições da contraproposta feita pelo Botafogo. O defensor, um dos líderes do elenco, ganhou visibilidade, apesar da queda e do fato de o Botafogo ter a segunda pior defesa do campeonato, e chama atenção de clubes brasileiros e do exterior. 

Antes da temporada 2020, Kanu havia disputado quatro jogos pelo Botafogo. Agora, com 23 anos, ele tem 48 partidas e foi o segundo jogador que mais vestiu a camisa alvinegra. No Campeonato Brasileiro, por exemplo, ficou de fora apenas do clássico com o Flamengo, no Nilton Santos, porque estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo. 

O jovem começou a temporada um pouco na sombra de Marcelo Benevenuto. Com a volta de Gabriel para o Atlético-MG e a saída de Carli, coube ao camisa 14 tomar as rédeas da defesa alvinegra. Após um bom Campeonato Carioca, Marcelo caiu bastante de rendimento e viu o companheiro de zaga confirmar o status de líder. 

Benevenuto tinha tudo para ser outro destaque positivo, mas o comportamento fora das quatro linhas decepcionou. Flagrado em noitadas, o zagueiro chegou a ser barrado após atrasar para um treino.

Caio Alexandre

O volante de 20 anos começou a ganhar espaço ainda com Alberto Valentim. Em sua primeira temporada na equipe profissional, Caio foi o jogador com mais partidas pelo Botafogo. Com bom passe e qualidade na saída de jogo, o jovem marcou cinco gols na temporada e se credenciou como o jogador mais regular e que recebeu a melhor média de atuações entre quem ainda está no clube e participou de mais da metade dos jogos. 

Caio também é outro que abre os olhos do mercado do futebol. Enquanto a situação do Botafogo no Campeonato Brasileiro ainda era indefinida, as negociações pelo jogador não caminharam muito. Porém, a tendência é de que tenha novidades nas próximas semanas. 

Romildo e Rafael Navarro são dois dos que podem se destacar mais pra frente em 2021 — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Romildo e Rafael Navarro são dois dos que podem se destacar mais pra frente em 2021 — Foto: Vitor Silva/Botafogo 

Garotada da base

Quase que de maneira imposta por Eduardo Freeland, barrando jogadores como Babi, Marcelo e Lecaros, Eduardo Barroca teve que escalar alguns jovens oriundos da base nas últimas rodadas. O técnico, que foi campeão brasileiro sub-20 com o Botafogo em 2016, passou a dar mais chances a Romildo, Rafael Navarro, Sousa, Matheus Nascimento e Cesinha. A situação teve continuidade com sua demissão, na última semana. 

Além de Matheus Nascimento, os quatro garotos que vieram das divisões de base do clube mostraram bom futebol, principalmente no empate com o time reserva do Palmeiras. A impressão que ficou é de que, caso tivessem sido utilizados com maior antecedência, a entrega teria sido maior e o rebaixamento poderia ser adiado. 

Mas como o “se” não existe, cabe ao clube encontrar a melhor forma de utilizar os “crias” no futuro. Mais baratos do que contratações, os jovens jogadores mostraram que podem ser aproveitados no time que precisará voltar para a primeira divisão em 2022. 

Matheus Babi e Pedro Raul

Por mais que não houvesse unanimidade sobre qual dos dois deveria ter sido o titular do Botafogo ao longo de 2020 e nem tenham se destacado muito para isso, Matheus Babi e Pedro Raul tiveram certa proeminência e devem ser negociados pelo clube. Os artilheiros alvinegros na temporada, com oito e 12 gols, respectivamente, foram apostas do comitê de futebol e, mesmo com o retorno técnico abaixo do esperado, devem dar retorno financeiro ao clube. 

Matheus Nascimento

Matheus Nascimento é a grande aposta do Botafogo para o futuro — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Matheus Nascimento é a grande aposta do Botafogo para o futuro — Foto: Vitor Silva/Botafogo 

Por fim, a principal joia do Botafogo. O garoto de 16 anos atuou bem quando teve Rafael Navarro ao seu lado nas últimas partidas do clube. Centroavante e capitão nas divisões de base da seleção brasileira, o adolescente ainda tem muito a evoluir, mas o futebol que mostrou nas últimas rodadas faz com que ele pareça ter mais anos de experiência do que aparenta dentro das quatro linhas. 

Na derrota para o Grêmio, foi a primeira vez que ele ficou os 90 minutos em campo e o primeiro gol como profissional parece ser questão de tempo. O camisa 39 mostra desenvoltura nas ações ofensivas e bastante vontade mesmo sem a bola. Foi assim que saiu o gol de empate na partida contra o Palmeiras em que roubou a bola de Lucas Lima no círculo central e rolou para Navarro acertar um chutaço. Foi elogiado por Renato Gaúcho na última segunda e já atrai olhares além de General Severiano. 

Até agora não há definição sobre negociação envolvendo nenhum dos jogadores. Por ter 16 anos, o único que não tem chance alguma de sair em 2021 é Matheus Nascimento. Kanu, Caio Alexandre, Matheus Babi e Pedro Raul, por outro lado, são os que mais movimentam o mercado.

Fonte: ge

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui