Rafael Moura no Botafogo: Saiba o que falta para o centroavante assinar com o clube

0
60

O Botafogo está trabalhando para anunciar a contratação de Rafael Moura para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. O Torcedores.com apurou que as partes acertaram as bases salariais, mas há detalhes importantes que serão alinhados antes da assinatura, o que deve acontecer até sexta-feira.

Rafael Moura está em Belo Horizonte aguardando o fim das negociações. Ele, inclusive, ficou livre no mercado após deixar o Goiás no começo do ano. Ou seja, o Botafogo não terá custos nesta operação, ficando responsável apenas pelo pagamento dos vencimentos. No entanto, as partes ainda estão divergindo em algumas cláusulas contratuais.

Segundo informações obtidas pela reportagem, o Botafogo ofereceu um contrato até dezembro. Além disso, incluiu uma cláusula de extensão do vínculo por mais uma temporada. Para que o aditivo seja ativado, Rafael Moura teria de disputar 70% dos jogos do clube na competição nacional.

Por outro lado, Rafael Moura quer um acordo até dezembro de 2022. O jogador aceitou reduzir bastante sua pedida salarial para jogar no Botafogo, uma prova que entende a realidade financeira clube. Ou seja, não deve passar de R$ 50 mil por mês. O valor, só para exemplificar, está muito abaixo do que ganhava no Goiás.

Dessa forma, o empresário do jogador, Francis Mello, tenta costurar uma negociação que seja boa para os dois lados. Contudo, a diretoria do Botafogo vem deixando claro que não pretende ficar amarrado a um jogador em fim de carreira – o atacante tem 38 anos – por causa de um contrato longo.

A negociação por Rafael Moura já dura alguns meses. Ele é um sonho antigo da diretoria, entretanto, a fraca campanha no Campeonato Carioca fez o Botafogo mudar de foco. A ideia era investir em Anselmo Ramon. Porém, o clube desistiu da contratação devido aos altos valores para tirá-lo da Chapecoense.

A carreira de Rafael Moura

Na última temporada, Rafael Moura defendeu o Goiás no Campeonato Brasileiro. Apesar dos esforços, o jogador não conseguiu evitar o rebaixamento do clube para a segunda divisão. Ao todo, foram 41 partidas e 12 gols com a camisa Esmeraldina.

Ao longo da carreira, o centroavante atuou por América-MG, Atlético-MG, Figueirense, Internacional, Fluminense, Athletico-PR, Corinthians, Paysandu, Vitória-BA e Villa Nova. No exterior, ele atuou somente pelo Lorient, da França.

No currículo, ele acumula as conquistas da Copa do Brasil (2007), Campeonato Mineiro (2017), Campeonato Baiano (2004), Campeonato Paranaense (2009), Campeonato Paraense (2005) e Campeonato Gaúcho (2012, 2013, 2014 e 2014).

Fonte: Torcedores.com

<!– wp:heading –>

<h2>GIRO DE NOTÍCIAS AO VIVO | SE INSCREVA NO CANAL E VENHA PARTICIPAR ENVIANDO AS SUAS MENSAGENS</h2>

<!– /wp:heading –>

<!– wp:html –>

<iframe width=”760″ height=”515″ src=”https://www.youtube.com/embed/oHeOReEW83g” title=”YouTube video player” frameborder=”0″ allow=”accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture” allowfullscreen=””></iframe>

<!– /wp:html –>

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui