Ranking do futebol brasileiro: jornalista faz análise por década ; veja posição do Bota

0
58

O Flamengo começou a década de 20 sendo campeão. O primeiro título deste período que englobará as próximas 10 temporadas é do mesmo clube que ganhou o último Brasileirão da década passada.

Não que a Supercopa do Brasil tenha esse peso todo – ainda que tenha toda pinta de que ocupará seu espaço nos próximos anos. Mas o título do Flamengo, em cima do Palmeiras, o clube que hoje mais rivaliza esportiva e financeiramente com ele, é simbólico. O Flamengo é o clube brasileiro que se intromete entre os quatro grandes paulistas quando construímos um ranking do futebol nacional – fazendo o recorte por décadas ou qualquer outro que se queira fazer.

Quem acompanha este blog sabe que nas últimas semanas fiz um grande levantamento histórico, estabelecendo um ranking de cada década do futebol brasileiro. A lista completa está no final deste post. Comecei o levantamento pela década de 40, a primeira com profissionalismo já estabelecido. Para cada década, dei uma pontuação para os clubes que ganharam coisas realmente importantes – é claro que a atribuição de pontos é subjetiva e foi justamente essa a ideia desde o começo, interpretar o que era mais importante em seu tempo.

Dei 1 ponto para quem, na minha opinião, ganhou ou teve relevância suficiente em uma década. E, a partir daí, fui subindo, até chegar a 6 pontos para o clube mais forte da década. Para as décadas de 40 e 50, pulverizadas e ainda sem competições nacionais, dei menos pontos aos primeiros colocados.

E o final, a soma de pontos, mostra que a grande realidade é que não há um clube mais dominante, acima dos outros, no futebol brasileiro. Não temos um Bayern ou uma Juventus ou uma dupla Real-Barça ou United-Liverpool. O que temos é uma grande pulverização.

Sim, o Palmeiras lidera, seguido de perto por São Paulo, Flamengo, Corinthians e Santos. De 1940 para cá, se somarmos o resultado das oito décadas de profissionalismo, veremos que há um G5 do futebol brasileiro, seguido muito de perto por um G4 que tem os gaúchos, o Cruzeiro e o Vasco.

Curiosamente, o Flamengo é o único destes clubes todos que nunca passou por grandes secas. Sempre belisca algo, é o único que pontuou em todas as décadas. Além do mais, Flamengo, São Paulo e Santos nunca caíram.

O Palmeiras foi mais forte que o Flamengo e um dos mais fortes do Brasil em vários períodos. Mas teve dois períodos longos de fracassos (um, o da fila, de 76 a 93; e outro mais recente, o marcado pelos rebaixamentos, de 2000 a 2015). Curioso também que o Palmeiras é o clube que soma mais pontos sem nunca ter sido o número 1 de qualquer década – mas foi um dos melhores várias vezes (anos 40, 50, 60, 70, 90 e 10).

O São Paulo seria o líder destacado deste ranking se contássemos somente dos anos 70 para frente. Foi gigante nos anos 40 com Leônidas, depois caiu por um bom tempo, ficou na fila (57 a 70) e, por mais ou menos 30 anos, entre meados da década de 70 até meados da década de 00, destruiu a concorrência. Só que agora vive seu segundo período de horror e já amarga nove anos sem títulos.

O Corinthians foi muito forte nos anos 50, depois também amargou a fila (54 a 77) e, a partir de 1990, começou a ganhar aos montes. E o Santos teve um domínio nos anos 60 que nunca mais ninguém teve, e por isso foi o único que ganhou 7 pontos (ver abaixo) como número 1 de uma década específica. Os anos 70, 80 e 90 não foram bons para o Peixe, mas, neste século, o Santos voltou a figurar entre os maiores vencedores do Brasil e se colocou de novo no grupo de cima.

Movimento inverso ao do Vasco, que foi gigante nos anos 40 e 50, voltou a fazer coisas importantes nos 70, 80 e 90 e era o terceiro da lista no século passado, mas, neste século, está despencando. Caiu do primeiro para o segundo escalão histórico por isso, ainda que tenha uma das cinco maiores torcidas do Brasil. Está ficando para trás.

Os gaúchos tiveram domínios bem marcados. O Inter foi superior ao Grêmio nos anos 40, 70 e 00 – aliás, foi superior a todos nestes últimos dois períodos. Mas o Grêmio foi mais forte nos anos 60, 80, 90 e 10. Só nos anos 50 podemos dizer que não houve uma superioridade clara de um sobre o outro.

Os mineiros tiveram um Atlético mais forte nos 40 e 50, mas depois o Cruzeiro brilhou mais nos 60 e 70. O Atlético voltou a ser melhor nos 80, o Cruzeiro nos 90 e 00. A última década foi boa para os dois, mas agora o Galo tem perspectivas melhores que as do rival.

Fora do que convencionamos chamar de G12, aparecem, claro, os dois maiores do Nordeste, Bahia e Sport. Aparecem os dois de Curitiba, sendo que o Athlético-PR vive ascensão clara e estaria em um G10 deste século, enquanto o Coritiba teve glórias em um passado mais distante. E aparece a Portuguesa, porque foi um dos cinco clubes mais fortes do país lá nos anos 50, base de seleção, etc. Status que outras potências regionais, clubes mais populares, nunca chegaram a ter.

Alguns clubes relevantes da história do Brasil não aparecem nesta soma geral, mas são citados nas décadas em que dominaram seus Estados – casos de Fortaleza, Ceará, Criciúma, Joinville, Juventude e outros.

Divirtam-se!

RANKING GERAL (pontos, de 1941 a 2020):

1- PALMEIRAS – 25

2- SÃO PAULO – 24

3- FLAMENGO – 22

4- CORINTHIANS E SANTOS – 20

6- CRUZEIRO – 18

7- VASCO, INTERNACIONAL E GRÊMIO – 16

10- FLUMINENSE – 12

11- ATLÉTICO-MG – 9

12- BOTAFOGO – 8

13- BAHIA – 5

14- PORTUGUESA – 3

15- ATHLETICO-PR, CORITIBA E SPORT – 2

18- GUARANI, BANGU, NÁUTICO, SANTA CRUZ, VITÓRIA E PAYSANDU – 1

PONTUAÇÃO POR DÉCADA:

DÉCADA DE 40

4- Vasco

4- São Paulo

3- Palmeiras

3- Internacional

3- Flamengo

2- Corinthians

2- Fluminense

1- Botafogo

1- Atlético-MG

1- Bahia

DÉCADA DE 50

4- Corinthians

4- Vasco

4- Santos

3- Fluminense

3- Portuguesa

3- Palmeiras

2- Flamengo

2- São Paulo

2- Bahia

1- Botafogo

1- Atlético-MG

1- Grêmio

DÉCADA DE 60

7- Santos

5- Palmeiras

4- Botafogo

4- Cruzeiro

2- Fluminense

2- Grêmio

1- Flamengo

1- Náutico

1- Bangu

1- Paysandu

DÉCADA DE 70

6- Internacional

5- Cruzeiro

4- Palmeiras

3- São Paulo

2- Atlético-MG

2- Flamengo

2- Vasco

1- Fluminense

1- Corinthians

1- Guarani

1- Santos

1- Coritiba

1- Santa Cruz

DÉCADA DE 80

6- Flamengo

5- Grêmio

3- São Paulo

2- Vasco

2- Fluminense

2- Corinthians

2- Bahia

1- Internacional

1- Atlético-MG

1- Coritiba

1- Sport

DÉCADA DE 90

6- São Paulo

5- Palmeiras

4- Corinthians

4- Vasco

4- Grêmio

4- Cruzeiro

2- Botafogo

2- Flamengo

1- Atlético-MG

1- Santos

1- Sport

1- Vitória

DÉCADA DE 00

6- Internacional

6- São Paulo

3- Santos

2- Cruzeiro

1- Flamengo

1- Fluminense

1- Corinthians

1- Atlético-PR

DÉCADA DE 10

6- Corinthians

5- Flamengo

5- Palmeiras

4- Atlético-MG

4- Grêmio

4- Santos

3- Cruzeiro

1- Athletico-PR

1- Fluminense

Fonte: Blog Júlio Gomes – UOL

BATE PAPO PÓS JOGO AO VIVO COM PARTICIPAÇÃO DA TORCIDA | CLIQUE | ASSISTA, DEIXE O LIKE E SE INSCREVA NO CANAL

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui