Série B: Náutico empata com Vitória e Botafogo fecha a rodada dentro do G4 da Série B

0
50

O sonho do Náutico em voltar a integrar o G4 zona de acesso do Campeonato Brasileiro da Série B foi por água abaixo após o empate por 1 a 1 com o Vitória, neste domingo à tarde, no Estádio dos Aflitos, no Recife (PE).

O tropeço em casa deixou o time pernambucano com 34 pontos, em sexto lugar, perdendo a quinta posição para o Sampaio Corrêa, com 34 pontos e melhor saldo de gols: 9 a 5. O Náutico, em caso de vitória, poderia chegar aos 36 pontos e desbancar o Botafogo-RJ da quarta posição, com 35.

O Vitória, que tenta se recuperar, levou para salvador um ponto, porém, insuficiente para tira-lo da zona de rebaixamento. Com 20 pontos, o time baiano ocupa a 18ª posição.

O primeiro tempo foi amarrado, com o sistema de marcação do Vitória não dando espaços para os jogadores do Náutico. Mais bem posicionado o time baiano ainda teve duas chances em chutes de longe de Wesley e que o goleiro Alex Alves defendeu.

O time pernambucano só teve uma grande chance, mas com final muito ruim. Após receber ajeitada dentro da área, Vinícius estava de frente para o gol, porém, pegou por baixo da bola e a isolou por cima do travessão. “Vocês podem ver na televisão que foi o campo que atrapalhou. A bola quicou antes de chegar no meu pé” explicou o atacante.

A história mudou no segundo tempo. O Náutico começou mais na frente e se deu bem ao abrir o placar logo aos cinco minutos. Jean Carlos cobrou escanteio pelo lado direito, a bola saiu fechada e na pequena área Vinícius desviou de leve de cabeça. Uma jogada ensaiada, que já ocorreu em outros dois gols do time nesta Série B. É o quinto gol de Vinícius. A dupla agora é esperança do Timbu, após lesão grave de Kieza e a saída de Erick, que formam o quarteto mágico do Timbu.

O jogo parecia sob controle, porém, mudou aos 20 minutos quando Hereda perdeu a bola pelo lado direito e propiciou um rápido contra-ataque. Em quatro toques o Vitória empatou com a conclusão de Bruno Oliveira.

Ao Náutico faltou repertório para tentar vencer. O meia Jean Carlos continuou caprichando nas cobranças de escanteio, mas o zagueiro Rafael Ribeiro cabeceou duas vezes para fora, perdendo boas chances para marcar o gol que seria da vitória. O time baiano carimbou o travessão do Náutico com Cedric aos 41 minutos

No final, nervosos, os jogadores do Náutico perderam a cabeça. Vinícius foi expulso por falta dentro da área e Giovanny recebeu cartão amarelo no aquecimento.

Pela 22ª rodada, os dois times voltam a jogar no próximo sábado. Pela manhã, às 11 horas, o Vitória vai enfrentar o Operário, em Ponta Grossa (PR). O Náutico volta a jogar nos Aflitos, desta vez diante do Guarani, a partir das 16h30.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 1 X 1 VITÓRIA

NÁUTICO – Alex Alves; Hereda (Thássio), Camutanga, Rafael Ribeiro e Bryan; Marciel (Luis Henrique), Rhaldney e Jean Carlos; Tailson (Yago), Vinícius e Paiva (Matheus Carvalho). Técnico: Marcelo Chamusca.

VITÓRIA – Lucas Arcanjo; Van, Wallace Reis, Mateus Moraes (Thallison Kelven) e Roberto; Pablo Siles, Fernando Neto (Cedric) e Soares (Bruno Oliveira); Wesley Piontek (David), Samuel e Marcinho (Ronan). Técnico: Wagner Lopes.

GOLS – Vinícius aos cinco e Bruno Oliveira aos 20 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – José Mendonça da Silva Júnior (PR).

CARTÕES AMARELOS – Rhaldney, Giovanny (Náutico). Roberto, Mateus Moraes e Thallison Kelven (Vitória).

CARTÃO VERMELHO – Vinícius (Náutico).

RENDA E PÚBLICO – Portões fechados.

LOCAL – Estádio dos Aflitos, no Recife (PE).

Fonte: Midia Max

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui