Série B: STJD indefere pedido da CBF, e Cruzeiro segue liberado para ter público em jogos da Série B

    0
    787

    Nesta quarta-feira, o presidente do STJD, Otávio Noronha, indeferiu o pedido da CBF para reconsideração da liminar concedida ao Cruzeiro, permitindo ao clube receber torcedores nos jogos como mandante na Série B. Goiás e Londrina, participantes da competição, ingressaram no pedido, também pedindo o fim da liminar, na condição de interessados.

    O pedido da CBF – e apoiado por Londrina e Goiás – se deu em função de dois motivos: o acordo feito pelos clubes, em Conselho Técnico (de as partidas com público voltarem quando todos os clubes tiverem autorização); e o fato de a liberação de público, neste momento, privilegiar um único clube (no caso o Cruzeiro) em detrimento a todos os demais participantes da competição.

    Com o indeferimento do pedido por parte do presidente do STJD, o Cruzeiro segue liberado para receber público em Belo Horizonte. A cidade, no entanto, proibiu novamente a presença de torcedores nos estádios, após incidentes em jogos da última semana.

    Torcida do Cruzeiro esteve no Mineirão diante do Confiança  — Foto:     Fernando Moreno/AGIF

    Torcida do Cruzeiro esteve no Mineirão diante do Confiança — Foto: Fernando Moreno/AGIF

    Agora, Otávio de Noronha julgará o pedido interposto pelo Cruzeiro nesta terça-feira, solicitando que a liminar permita ao clube atuar com público em qualquer cidade que permita este tipo de evento em meio aos protocolos de combate à Covid-19.

    O clube mineiro tem o desejo de mandar os jogos contra Ponte Preta e Operário na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. As partidas serão válidas pelas 23ª e 24ª rodadas da Série B do Brasileiro, em setembro. A equipe já tem um acordo para atuar na cidade.

    Fonte: ge

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui