Site: Botafogo muda esquema, perde meio de campo e faz jogo horroroso

Time faz outra partida ruim e alia falta de desempenho aos maus resultados. Autuori tenta variações táticas, mas não resolve problemas da equipe na derrota para o Bahia

0
34
maratona de jogos
Foto: Vitor Silva

Sofrer e não conseguir vitórias virou rotina para o Botafogo no Campeonato Brasileiro. Há alguns jogos, porém, a frustração era acompanhada da aposta no trabalho, pois avaliava-se que o resultado era injusto pelo desempenho. Interna e externamente, essa confiança virou incerteza na última quarta-feira. 

A derrota para o até então lanterna, o Bahia, no Nilton Santos, revoltou torcedores e aumentou a temperatura nos bastidores. A razão é o “jogo horroroso” feito pelo time alvinegro, nas palavras do próprio comandante. Respaldado pelo bom futebol do time até alguns jogos atrás, o treinador, agora, está ameaçado pela posição na zona de rebaixamento.

Mais do que o resultado, a atuação do time foi decepcionante. Em casa, o Bota não conseguiu se impor e deixou o adversário desconfortável em poucos momentos do jogo. O time começou com três zagueiros, mudou para um 4-2-3-1 no segundo tempo, mas não conseguiu corrigir os grandes erros da partida: problemas na saída de bola, pouca mobilidade e pouca aproximação. 

Além da derrota, time fez outro jogo ruim — Foto: André Durão/ge

Além da derrota, time fez outro jogo ruim — Foto: André Durão/ge 

O que resultou em um time previsível, que só havia conseguido uma finalização até os 30 minutos do primeiro tempo. Terminou a partida com 16 arremates, mas poucas ameaças à meta do goleiro Douglas além do gol de Pedro Raul, praticamente no apito final. 

Vale lembrar que a equipe não contou com quatro titulares por questões físicas. Gatito, Marcelo Benevenuto e Honda nem sequer foram relacionados. Com dores nas panturrilhas, Matheus Babi começou no banco e entrou no segundo tempo. Ao menos parte desse grupo deve voltar ao time no próximo domingo, contra o Fluminense. 

Decepcionaram

  • Rafael Forster
  • Caio Alexandre
  • Kalou

Boas notícias

  • Kanu
  • Sousa
  • Diego Cavalieri
O jovem Sousa não comprometeu em mais um jogo como titular — Foto: André Durão/ge
O jovem Sousa não comprometeu em mais um jogo como titular — Foto: André Durão/ge

A partir de agora, o grande desafio do Botafogo é retomar as atuações consistentes dos primeiros jogos do campeonato para, enfim, voltar a vencer. O que não acontece há nove rodadas, desde os 2 a 1 sobre o Atlético-MG. Isso com um jogo a cada três ou quatro dias e pouquíssimo tempo para treinar. 

A próxima chance é no domingo, às 11h (de Brasília), no clássico contra o Fluminense, pela 13ª rodada do Brasileirão. O time alvinegro é o 19º colocado, com 11 pontos. Um a menos do que o Bahia, o primeiro fora da zona de rebaixamento.

Fonte: GE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui