Sport impõe cláusula de indisciplina para fechar com ex-jogador do Botafogo

0
160

O volante Carlos Rentería é o novo reforço do Sport. O jogador de 25 anos acertou contrato até dezembro de 2022. A diretoria está ciente dos problemas extracampo que o jogador colecionou ao longo da carreira. Por isso, resolveu proteger o clube em caso de reincidência.

Torcedores.com apurou que o presidente do Sport, Milton Bivar, fez questão de colocar uma cláusula contra indisciplina no contrato. Caso o jogador cometa algum deslize fora das quatro linhas, o vínculo será rescindido imediatamente sem custos para o clube da Ilha do Retiro.

Além disso, o Sport considera o risco válido por conta dos valores envolvidos na operação. Além de não pagar nada pela transferência, já que estava disponível no mercado, o clube pagará apenas R$ 15 mil de salário e mais bônus de produtividade ao atleta.

Segundo apurou a reportagem, o tema foi debatido amplamente pelos dirigentes do clube. Por outro lado, o Sport ficará com 30% dos direitos econômicos de Rentería. O restante do passe está ‘fatiado’ em duas partes. Os representantes do colombiano são detentores de 60%, enquanto o atleta é dono de 10%

As polêmicas de Rentería

Revelado pelo Deportivo Cali, Carlos Rentería surgiu como grande promessa do futebol colombiano. O volante, inclusive, chegou a ser comparado a Fredy Rincón, ídolo das torcidas de Corinthians e Palmeiras, por seu estilo aguerrido em campo.

Porém, o jogador ganhou fama de “badboy” por causa da agitada vida noturna e principalmente com bebidas alcoólicas. Em 2019, só para exemplificar, entrou em rota de colisão com o técnico Alberto Gamero durante sua passagem pelo Tolima.

Insatisfeito com a reserva no time, Rentería questionou publicamente as escolhas do treinador. Após ser rotulado como a “maçã podre” do elenco, o meia teve seu contrato rescindido. No ano seguinte conseguiu uma transferência para o futebol brasileiro.

Rentería teve passagem polêmica pelo Botafogo. Ele irritou a diretoria com constantes atrasos em treinos e excessos fora de campo. Os problemas foram tratados internamente. Embora nunca tenha sido multado, o jogador perdeu espaço no elenco alvinegro.

Pelo Glorioso, o colombiano foi contratado a pedido do técnico Paulo Autuori. Nesse ínterim, ele disputou somente 12 partidas. Ao todo, foram 10 partidas no Campeonato Brasileiro e duas na Copa do Brasil. Totalizou apenas 519 minutos em campo pelo clube da Estrela Solitária.

Fonte: Torcedores.com

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui